Geral

Campanha arrecada dinheiro para prótese de soldado baleada em assalto

12/07/18 - 11h46 - Atualizado em 12/07/18 - 14h31

A policial militar Jaiane Rose Ribeiro, que perdeu dois dedos da mão esquerda e dois da mão direita ao ser baleada em um assalto no interior de Pernambuco, em março deste ano, realiza uma campanha para arrecadar dinheiro para comprar duas próteses.

Ela falou em entrevista ao TNH1 que as próteses custam em torno de R$ 7 mil e que são fabricadas apenas em duas empresas, localizadas nos estados de Minas Gerais e São Paulo.

Jaiane falou que o custo total da viagem pode chegar a quase R$ 10 mil, já que ela vai precisar passar uma semana em um desses estados para tirar as medidas e avaliar o tom das próteses. 

Quem quiser ajudar na compra, pode fazer doações por meio de depósito bancário.

Banco

Caixa Econômica Federal

Agência: 3695

Operação: 001

Conta corrente: 00020925-9

O caso

Jaiane Rose é lotada no 6º Batalhão de Polícia Militar (6º BPM) em Maragogi, Litoral Norte de Alagoas. Ela foi baleada durante um assalto nas proximidades da Usina Cucaú, em Rio Formoso, na Mata Sul de Pernambuco, quando voltava para casa.

Ela tinha prestado concurso para a Justiça de Alagoas, em Maceió, e viajava com o marido quando teve o carro interceptado por criminosos em um outro veículo, no final da tarde.

Desde que recebeu alta médica, a soldado se recupera em casa. Ela foi afastada por licença médica e deve se aposentar.