Justiça

Justiça concede habeas corpus a PM preso em flagrante por roubo

13/03/18 - 11h18 - Atualizado em 13/03/18 - 11h20
TNH1 / Arquivo

A Justiça concedeu, nessa segunda-feira (12), um habeas corpus em favor do soldado Eduardo Uiliams da Silva Justo, preso desde janeiro deste ano após ser flagrado roubando celulares no bairro do Benedito Bentes, parte alta de Maceió.

Na decisão, os desembargadores José Carlos Malta Marques e João Luiz Azevedo Lessa, além do juiz Maurílio da Silva Ferraz exigiram que, para que o pedido fosse atendido, Eduardo obedeça algumas medidas: não transitar no bairro onde foi preso, não deixar a Capital sem autorização prévia e ser monitorado eletronicamente.

O soldado era lotado no Batalhão de Policiamento de Eventos (BPE), no Jacintinho, e, após largar do serviço que prestava na Força Tarefa, esteve no Benedito Bentes onde teria assaltado mulheres na rua. O marido de uma das supostas vítimas atropelou o militar, que ferido, não pôde fugir e foi preso em flagrante.

O coronel Reinaldo Cavalcante, corregedor da PM, informou ao TNH1 que o inquérito policial militar que apura o caso ainda está em andamento. “Ele não voltará às ruas, e caso queira, vamos intervir diretamente”, garantiu.