Futebol Nacional

Morre Bebeto de Freitas, 68, técnico da “geração de prata” do vôlei

13/03/18 - 16h13 - Atualizado em 13/03/18 - 16h24
Bruno Cantini / Atlético-MG

Morreu nesta terça-feira (13) Bebeto de Freitas, ex-presidente do Botafogo e então diretor do Atlético-MG. Ele passou mal na Cidade do Galo e foi levado de helicóptero para o hospital. Ele tinha 68 anos. O Atlético-MG está ciente da morte de Bebeto, mas se manifestará apenas após o comunicado ser feito à família. Os parentes do dirigente estão a caminho de Belo Horizonte. Atlético e Botafogo se manifestaram pelo Twitter e decretaram luto. 

Pelo Twitter, Alexandre Kalil, ex-presidente do Atlético-MG, escreveu um post em homenagem a Bebeto de Freitas. A assessoria do atual prefeito de Belo Horizonte confirmou a morte do dirigente.

Bebeto foi presidente do Botafogo entre 2002 e 2008. Em 2009, assumiu o cargo de diretor-executivo do Atlético-MG na gestão de Alexandre Kalil. No final do ano passado ele voltou ao clube junto com o presidente Sérgio Sette Câmara para assumir a posição de diretor de controle e administração.

A vida profissional de Bebeto de Freitas foi bastante relacionada ao vôlei. Ele foi treinador da "geração de prata" da seleção brasileira masculina, que ficou com o vice-campeonato Mundial em 1982 e a medalha de pra nos Jogos Olímpicos de Los Angeles, 1984.