Estudante alagoana é chamada de 'macaca' em postagem nas redes sociais

01/06/2017 - 19:15 - Atualizado em 02/06/2017 - 06:56
(Crédito: Reprodução)

Uma postagem com mensagens racistas viralizou nas redes sociais com vários compartilhamentos entre estudantes de Alagoas nesta quinta-feira (01). Na imagem, uma jovem negra, aluna do Colégio Santa Úrsula, é alvo de xingamentos por parte de outros jovens que seriam da mesma instituição de ensino.

“Sem comentários para a macaca azeda que eu vou meter meu gesso na cara, merma arruma esse cabelo de tuim pra poder falar dos outros!!”, diz o primeiro comentário, de uma garota, completado com a hashtag #aiquesusto. “Vaiii comer banana oush”, falou outra jovem, que também usou a mesma hashtag.

Entre as mensagens racistas, um jovem chega a recriminar a atitude das meninas. “Isso foi racista”, afirmou. “Aquela macaca merece todo racismo do mundo”, respondeu a autora do primeiro comentário.

Alunos do colégio chegaram a realizar uma manifestação contra o ato de preconceito e em apoio à aluna, com cartazes e mensagens nas redes sociais.

O TNH1 tentou entrar em contato com a diretoria do Santa Úrsula, mas uma funcionária do colégio informou que no momento da ligação telefônica não havia ninguém que pudesse responder sobre o caso.

No início da noite, o colégio postou uma nota em uma rede social se manifestando sobre o caso, sem dizer, no entanto, se iria realizar algum procedimento administrativo ou se os alunos envolvidos sofreriam algum tipo de punição.

Confira a nota na íntegra:

Nota de repúdio

O Colégio Santa Úrsula vem a público manifestar total repúdio em relação aos relatos de racismo ocorridos nas redes sociais entre alunos.

A instituição reforça, ainda, que diariamente desenvolve projetos e atividades que prezam pela formação contínua de cidadãos éticos, responsáveis e conscientes de seu compromisso social, almejando sempre uma sociedade justa e igualitária.

ERRATA

O TNH1 foi informado pela mãe de uma aluna do referido colégio que a estudante alvo das mensagens não teria sido a que aparecia na foto postada anteriormente na matéria. Por este motivo, a imagem que circulava e foi compartilhada na internet foi retirada do conteúdo postado.