Vítimas de grave acidente em Palmeira dos Índios são identificadas

24/11/2017 - 07:39 - Atualizado em 24/11/2017 - 08:52
Carro ficou destruído (Crédito: Corpo de Bombeiros)

As vítimas do grave acidente que matou todos os ocupantes de um carro, após colisão com um caminhão na BR-316, em Palmeira dos Índios, na tarde dessa quinta (23), foram identificadas no IML de Arapiraca, no Agreste, na manhã desta sexta-feira (24).

Elas foram identificadas como Diego, de 26 anos, que era o motorista, Tereza Rodrigues, mãe de Diego, Auricélia e seus dois filhos, Lucas e Emanuel, de 19 e 15 anos, respectivamente.

Cinco pessoas morreram carbonizadas, e não quatro como havia sido divulgado inicialmente. O carro era um Pálio vermelho, que incendiou e foi destruído pelo fogo, após a batida.

Vídeo mostra os primeiros momentos após o acidente:

Segundo informações da Rádio Pajuçara FM Arapiraca, todos eram de Maceió, moravam na Forene, e estavam a caminho de Campina Grande, na Paraíba. Eles teriam saído da capital alagoana ontem por volta das 13h para o aniversário da mãe de Auricélia, de 79 anos, e iriam dormir em Bom Conselho, para depois seguirem com a viagem.

O acidente

Os ocupantes do Palio morreram carbonizados após o carro incendiar, por conta da colisão. O carro invadiu a pista contrária e colidiu frontalmente com um caminhão, a cerca de 105 km da capital alagoana.

Segundo a assessoria da Polícia Rodoviária Federal (PRF/AL), o motorista do caminhão ainda tentou desviar para o acostamento, mas não conseguiu evitar o acidente.

O incêndio foi controlado e o caminhoneiro, de 36 anos, foi conduzido à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) com escoriações leves.


ver galeria
1/4