Sargento da PM acusado de homicídio deve ir a júri

Réu também foi pronunciado por tentativa de homicídio; decisão foi publicada no Diário da Justiça Eletrônico desta quinta (12)

12/07/2018 - 15:30 - Atualizado em 12/07/2018 - 15:33
Data do júri popular ainda será definida pela 8ª Vara Criminal de Maceió (Crédito: Dicom)

 

O sargento da Polícia Militar José Joseildo Ferreira Cavalcante deve ir a júri popular pelos crimes de homicídio e tentativa de homicídio praticados contra Andrews Patrick Barbosa e Anderson Rodrigo Lima Silva, respectivamente. A decisão, do juiz John Silas da Silva, da 8ª Vara Criminal de Maceió, foi publicada no Diário da Justiça Eletrônico desta quinta-feira (12).

Os crimes ocorreram em abril de 2013, no bairro Benedito Bentes, na Capital. Segundo os autos, as vítimas seguiam em uma motocicleta quando foram surpreendidas pelo PM, que começou a efetuar tiros.

Andrews foi baleado e veio a óbito. Anderson também recebeu um tiro, mas conseguiu fugir do local. Ainda de acordo com a denúncia, o crime ocorreu porque o sargento da PM achava que as vítimas haviam subtraído a motocicleta de seu filho. Em depoimento, o réu negou envolvimento no caso.

Joseildo foi pronunciado e deverá ir a júri popular por homicídio qualificado (motivo torpe e mediante recurso que dificultou a defesa das vítimas) e tentativa de homicídio. A data do julgamento ainda será definida pela 8ª Vara Criminal.

 

Fonte: TJ/AL