Mulher amarrada e queimada por marido em Fortaleza está em estado grave no IJF

Após o ato criminoso, o homem tentou tirar a própria vida com um facão. Ele também está hospitalizado, mas com escolta policial

07/12/2017 - 15:22 - Atualizado em 07/12/2017 - 15:22

A mulher de 44 anos que foi queimada pelo marido dentro da residência, no Bairro Dias Macedo, na última quarta-feira (6), segue no Centro de Tratamento de Queimados do Instituto Doutor José Frota (IJF), em Fortaleza. A vítima teve queimaduras de 3º grau e o estado é grave.

A vítima foi amarrada e queimada enquanto o homem ateava fogo dentro de todo a casa. Além dela, as filhas também estavam dentro da residência que ficou destruída. As garotas conseguiram fugir e pedir ajuda de vizinhos para socorrer a mãe. O cachorro de estimação da mãe morreu no local.

Após o ato criminoso, o homem tentou tirar a própria vida com um facão. Ele se feriu no pescoço e também segue hospitalizado, mas com escolta policial.

O caso

Um homem identificado apenas por Paulo ateou fogo na casa em que morava com a família no Bairro Dias Macedo, em Fortaleza. A esposa identificada por Val, a enteada de 13 anos e a filha do casal, uma criança de 6 anos, conseguiram escapar.

Crueldade em Ipueiras

Na segunda-feira (4) um caso semelhante aconteceu no interior do Ceará, em Ipueiras. Uma mulher e três crianças foram mortas em um incêndio, que atingiu a casa onde moravam, na localidade de Pai Mané, em Ipueiras, a 304 quilômetros de Fortaleza. O suspeito do suposto incêndio criminoso é o companheiro e padrasto das vítimas.

O fogo foi apagado pelos próprios moradores da região, de acordo com informações do Destacamento da Polícia Militar no Município. Em seguida, quatro corpos foram encontrados.

Fonte: Tribuna do Ceará