Sobe o número de feridos por agulhas no São João de Campina Grande

13/06/2018 - 14:45 - Atualizado em 13/06/2018 - 16:47
(Crédito: Reprodução)

Subiu para 29 o número de vítimas de agulhadas atendidas no Hospital de Trauma de Campina Grande, entre sexta-feira (08) e quarta-feira (13). De acordo com informações do Portal Paraíba Online, as pessoas foram feridas no Parque do Povo, durante o São João de 2018 de Campina Grande.

Segundo o médico Geraldo Medeiros, o hospital está adotando o procedimento contra o HIV e Hepatite B nas vítimas e alertou as pessoas que foram furadas a se dirigirem à unidade hospitalar.

– São grupos de pessoas e há a necessidade de identificar esses marginais e afastá-los de uma festa tão bonita que é o São João. As pessoas que foram agredidas estão se dirigindo ao Hospital de Trauma, por isso esse aumento substancial no Trauma – comentou.

Geraldo destacou ainda que uma das vítimas relatou que foi segurada dentro do Parque do Povo por quatro pessoas, enquanto outra realizava as perfurações.

– São várias pessoas que estão com esse intuito de agredir. A polícia já está investigando no sentido de identificar esses marginais que apresentam um nível alto de periculosidade e perversidade humana. Pelo relato desse paciente, foram quatro pessoas que o imobilizaram e o agrediram. Essa mesma vítima recebeu várias furadas, inclusive com lesões tangenciais e o setor de infectologia do hospital está seguindo o protocolo de lesões contaminadas e adotando as medidas de praxe. As vítimas foram atendidas e orientadas a pegar a medicação para tomar durante 30 dias – comentou.