Sem brasileiros, draft da NBA tem pivôs e sensação da Eslovênia como destaques

20/06/2018 - 20:21 - Atualizado em 20/06/2018 - 20:52
(Crédito: Reprodução)

A NBA, liga profissional de basquete dos Estados Unidos, realiza nesta quinta-feira (21) o draft de jogadores para a próxima temporada. Nenhum brasileiro está inscrito para o processo.

O ala-pivô Gabriel Jaú e o pivô Michael Uchendu, ambos do Bauru, e o armador Yago, do Paulistano, colocaram seus nomes na lista, em abril. No entanto, cancelaram o pedido de recrutamento no último dia 11, pois, caso fossem rejeitados, não poderiam mais se inscrever nos próximos anos.

O favorito para a primeira escolha do evento, que começa às 19h30 (de Brasília), no Barclays Center, no Brooklyn, é o pivô DeAndre Ayton, revelado pelo Arizona Wildcats. No último campeonato universitário, ele superou as médias de 20 pontos e dez rebotes por partida.

Se tudo sair como indicado na análise de especialistas, Ayton deve ser recrutado pelo Phoenix Suns, que tem o direito à primeira escolha do draft após ter feito uma das piores campanhas da temporada regular da NBA em 2017-2018.

O segundo time a escolher é o Sacramento Kings. A tendência é que a franquia californiana também opte por um jogador de garrafão. Jaren Jackson, de apenas 18 anos de idade, e Mo Bamba, atleta com 2,39 m de envergadura, estão no páreo.

Também no topo do draft está um jogador europeu. Trata-se do esloveno Luke Doncic, que atuou na temporada passada pelo Real Madrid. O armador tem 19 anos de idade e 1,98 m, além de incontáveis qualidades na condução do jogo.

Pesa a seu favor um retrospecto de respeito que inclui o prêmio de MVP (jogador mais valioso) do Final Four da Euroliga de 2018, o título do torneio europeu pelo clube espanhol, além de ter conquistado o Campeonato Europeu de seleções pela Eslovênia, em 2017.

Especialistas colocam Doncic como provável escolha do Atlanta Hawks, que é o terceiro time a selecionar no evento desta quinta. No entanto, a franquia da Geórgia ainda pode optar pelo pivô Marvin Bagley 3º.

Fonte: Folhapress