Cleo Pires afirma ser entediante ser sexy sem ser vulgar

15/04/2018 - 22:00 - Atualizado em 15/04/2018 - 22:00

Escalada para a próxima novela das sete da Globo, a atriz e cantora Cleo, que deixou de usar o sobrenome da mãe Gloria Pires, criticou que ser vulgar e usar o corpo como meio de expressão seja algo condenável.

"Não existe nada mais entediante do que ser sexy sem ser vulgar. Você pode ser sexy e ser vulgar também, pode ser sexy sem ser vulgar. Você pode tudo, é muito chata essa distinção", disse Cleo, durante bate-papo sobre sua trajetória artística no Fashion Meeting, evento que moda que ocorreu em São Paulo.

Para ela, as redes sociais a ajudaram a conquistar essa liberdade com seu próprio corpo, o que não era possível na televisão ou no cinema. "Como atriz, você fica muito limitada porque está sempre fazendo a visão de alguém. Quando entendi que as mídias sociais eram ferramentas que iam me dar essa autonomia, eu me apaixonei."

FEMINISMO

Embora não goste de rótulos, Cleo se considera feminista. Para ela, enquanto for preciso explicar algumas questões sociais e combater o assédio, não dá para negar o feminismo. "Se você ainda tem que explicar que um shorts enfiado na bunda não justifica um estupro é porque o mundo ainda é muito machista."
Ela acredita que o ódio disseminado entre mulheres é reflexo de uma cultura machista na qual gerações e mais gerações cresceram. "Se a gente contribui para um pensamento machista é tipo uma guerra civil no nosso gênero, a gente se enfraquece."

Fonte: FolhaPress