Segundo a Abihpec, setor brasileiro de esmaltes é o segundo maior do mundo

11/01/2017 - 18:14 - Atualizado em 11/01/2017 - 18:14

Mercado de beleza continua em expansão. Isso é o que aponta os dados da Associação Brasileira da Industria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec) sobre produtos que são usados para cuidar tanto da vaidade masculina quanto da feminina. Esse mercado movimenta anualmente mais de R$ 38 bilhões de reais, no Brasil.

Esse cenário indica o faturamento de acordo com a necessidade do brasileiro, em manter uma rotina diária de cuidados pessoais em clínicas de estética, de cirurgias plásticas, salões de beleza, SPA"s e o setor de cosméticos. Entre 2010 e 2015, o número de formalização de Microempreendedores Individuais (MEI"s), saltou de 72.309 para mais de 482 mil, conforme apontamento realizado pelo SEBRAE Nacional. 

É importante ressaltar que desde 2001, a Indústria de beleza tem crescido em torno de 10% ao ano, o faturamento líquido obtido, ultrapassa os R$ 4 bilhões de reais em 1996, para 2013, o lucro subiu para mais de R$ 38 milhões de reais, segundo a Abihpec.

Outra informação que corrobora para assegurar que o mercado de beleza no Brasil está em amplo crescimento, é o fato de que entre 2008 e 2012, conforme o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), enquanto o PIB mundial no setor cresceu apenas 4,1%, no Brasil, o crescimento foi 12,4% e o segmento de cosméticos, contribui com 1,8% do PIB brasileiro. 

Os esmaltes também fazem parte desse crescimento apontado pela Abihpec. O Brasil é o segundo maior do mundo nesse mercado de esmaltes usados para fazer unhas decoradas ou apenas para deixar as unhas "prontas", perdendo apenas para os Estados Unidos.

Esse aumento na produção de unhas decoradas brasileiras tem chamado a atenção de marcas estrangeiras que estão desembarcando no País, e também de marcas que não são desse segmento, mas que devido ao crescimento dessa nova força de consumo, estão entrando nesse novo ramo e investindo nos vidros de esmaltes.

Atualmente, os vidrinhos usados para fazer as unhas decoradas saíram das prateleiras das perfumarias e das farmácias e ganharam lojas conceituadas, fazendo que os esmaltes passassem a ser classificados como um artigo de moda.

No Brasil, a categoria de esmaltes continua em pleno desenvolvimento. Atualmente já são mais de 50 diferentes marcas atuando no País.

A We Love Webshops, é uma curadoria digital, onde reúne as melhores boutiques online. Disponibiliza diversos e-commerces, com uma infinidade de produtos próprios para a mulher. Além de contar com produtos de qualidade que são de grandes marcas, a We Love Webshops, fornece informações e dicas com o objetivo de facilitar a vida das mulheres, que querem cuidar das unhas e, ainda, aprender tudo sobre unhas decoradas sem precisar ir a salões de manicure. 

Fonte: Agência Estado