Vida Nova nas Grotas contará com parques-bibliotecas e creches

07/12/2017 - 10:21 - Atualizado em 07/12/2017 - 10:35
(Crédito: Assessoria)

O Programa Vida Nova nas Grotas, executado pelo Governo do Estado, vai contemplar a construção de parques-bibliotecas e de creches nas comunidades atendidas na capital alagoana. A informação é do governador Renan Filho, que se encontra em uma missão técnica na Colômbia para a troca de experiências com o Programa das Nações Unidas para Assentamentos Humanos (ONU-Habitat), implementado pela Agência de Cooperação e Investimento de Medellín e da Área Metropolitana (ACI).

“Dois equipamentos são muito importantes para eles aqui: os parques-bibliotecas, que estimulam a leitura, e a construção de creches. Nós vamos inserir esses dois projetos no Vida Nova nas Grotas, o que vai, sem dúvidas, garantir espaços para as crianças conviverem, estimular a leitura e, também, o protagonismo feminino, que é algo muito importante para a nossa sociedade”, disse o governador.

Além de Renan Filho, participam da missão técnica a coordenadora do Comitê Estratégico da Primeira Infância de Alagoas, primeira-dama Renata Calheiros; os secretários de Estado da Fazenda, George Santoro, e de Transporte e Desenvolvimento Urbano, Mosart Amaral; a secretária especial do Tesouro Estadual, Renata dos Santos, além de técnicos das duas pastas.

O convite foi feito pelo Programa das Nações Unidas para Assentamentos Humanos (ONU-Habitat), parceiro do Governo de Alagoas na execução do Vida Nova nas Grotas.

A comitiva alagoana se reuniu no escritório da ACI, no Centro de Convenções Plaza Mayor Medellín. A ACI é um dos principais atores do processo de internacionalização de Medellín e Antioquia. A Agência implementa diversas ações voltadas ao desenvolvimento do território, responsável pela execução do ONU-Habitat na Colômbia.

Renan Filho contou que a recepção em Medellín foi a melhor possível. Ele observou que, geograficamente, a cidade colombiana tem muitas similaridades com Maceió, o que aproxima as duas realidades urbanas.

“Está sendo muito rica a experiência de conhecer os métodos utilizados aqui para melhorar a mobilidade urbana, garantir mais convívio, para o cidadão se apropriar dos espaços públicos. Tem sido muito enriquecedor. Trouxemos arquitetos e estamos compilando, visualizando as melhores experiências, para aproveitar algumas iniciativas”, revelou Renan Filho, que, com a experiência adquirida em Medellín, pretende potencializar as ações do Vida Nova nas Grotas em Maceió.

Renan Filho e os secretários apresentaram os detalhes do programa durante a missão técnica na Colômbia.

“Eles ficaram muito impressionados com a qualidade e a amplitude das obras, que já chegam a mais de 30 grotas na capital e vai chegar a todas. Espero que isso ocorra até o final do ano que vem. Gostaram do colorido, das pontes, das escadarias. Nós apresentamos, também, a ampliação do programa, que, agora, vai chegar também com ações de saúde e de fomento ao empreendedorismo, por meio da oferta de crédito”.

Segundo dia

A missão técnica segue nesta quinta-feira (7). No bairro Las Independencias da Comuna 13, a comitiva alagoana conhecerá as escadas rolantes elétricas. Estes foram os primeiros equipamentos públicos e gratuitos desta natureza instalados na Colômbia. As escadas rolantes substituem 350 lances de escadarias e beneficiam diretamente 12 mil cidadãos em Medellín.

Os equipamentos não apenas facilitam a mobilidade urbana – permitindo a acessibilidade em bairros com alta declividade – como também abrem espaços dentro dos territórios para moradores de outras regiões e turistas.

O projeto de construção das escadas rolantes elétricas contribuiu, ainda, para a expulsão de grupos criminosos dos territórios. Dentre outras iniciativas exitosas, a comitiva alagoana conhecerá, o teleférico, o metrô de Medellín e as Unidades de Vida Articulada (UVAs), que proporcionam transformações urbanas nos bairros, por meio de práticas esportivas, recreativas e culturais, com a participação comunitária.

“No primeiro dia, nós focamos, principalmente, nos projetos mais bem-sucedidos em Medellín. Pudemos observar a mudança social que a cidade experimentou nos últimos 30 anos. Com investimentos federais e até internacionais, a cidade começou a se erguer. Hoje, Medellín tem um PIB per capita maior do que a cidade do Rio de Janeiro e é uma grande demonstração de que quando os investimentos são feitos com correção, verdadeiramente mudam a vida das pessoas”, finalizou Renan Filho.