Servidores da Educação de Maceió entram em greve na próxima segunda

17/07/2017 - 17:56 - Atualizado em 17/07/2017 - 18:08
(Crédito: Ascom Sinteal)

Os trabalhadores da rede pública da Educação de Maceió decidiram na tarde desta segunda-feira, 17, na sede do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Alagoas (Sinteal), entrar em greve a partir do dia 24 de julho.

O motivo do movimento é a cobrança do reajuste salarial da categoria, que reivindica, no mínimo, o reajuste de 7,64%, percentual do piso nacional anunciado pelo Ministério da Educação (MEC) no dia 12 de janeiro passado.

Na próxima quarta-feira (19), a comissão de greve se reúne para elaborar um calendário de mobilizações, mas hoje já ficou definido o primeiro ato público de protesto no dia de deflagração da greve, com concentração, às 8 horas, na Praça Deodoro, com uma caminhada pelo Centro da capital e manifestação na Secretaria Municipal de Finanças.

Em nota, a assessoria de comunicação da Secretaria Municipal de Educação (Semed) informou a Prefeitura de Maceió "mantém a mesa de negociação com os servidores e só se posicionará sobre a decisão quando receber a comunicação do Sindicato dos Trabalhadores da Educação de Alagoas (Sinteal)".

Fonte: Ascom Sinteal