Tablet, drogas e até uísque em garrafas PET foram apreendidos em presídios de Maceió

por
10/01/2017 - 14:30 - Atualizado em 10/01/2017 - 15:01
(Crédito: Alberto Lima / TV Pajuçara)

Centenas de celulares, carregadores, drogas, um tablet e diversas garrafas PET com uísque e foram apresentadas nesta terça-feira, 10, pelo Juiz da Vara de Execuções Penais de Alagoas, José Braga Neto, com exclusividade à equipe da TV Pajuçara, como materiais apreendidos no Sistema Prisional de Maceió entre os anos de 2015 e 2016.

Dentre as drogas apreendidas durante as varreduras, grande parte delas foi de maconha e cocaína. Os aparelhos celulares são de modelos antigos, que dificultam o rastreamento. Já as garrafas de plástico disfarçavam o uísque para que se parecesse com refrigerante.

Todo este material ficava a disposição dos reeducandos que se encontram na Casa de Custódia, conhecida como “Cadeião”, no Baldomero Cavalcanti e no Cyridião Durval, presídios localizados na capital alagoana.

Na última sexta-feira, 6, uma varredura foi realizada pela integrantes do Bope, Tigre e do Grupo de Escolta, Remoção e Intervenção Tática (Gerit) no presídio Baldomero Cavalcanti, encontrou dezenas de armas artesanais, como facas e punhais escondidos dentro das celas.

Os demais presídios também passaram por vistorias para evitar motins e rebeliões, como ocorreram em unidades de outros Estados, como em Manaus (AM) e Boa Vista (RR), como afirmou o governador de Alagoas, Renan Filho.


ver galeria
1/1