Maceió

Abandonada pela família, idosa cega de 101 anos vivia sozinha na Jatiúca

Eberth Lins com TV Pajuçara | 12/08/21 - 11h05 - Atualizado em 12/08/21 - 17h46
Completamente abandonada pela família, a idosa Maria Isabel tem contado com a generosidade dos vizinhos | Reprodução/TV Pajuçara

Ter um parente vivo por mais tempo é motivo de celebração para as pessoas que aproveitam o processo de envelhecimento para retribuir cuidados e carinhos recebidos ao longo da vida. Mas contrariando o retrato onde filhos e netos cuidam de seus avôs, em Maceió, mais especificamente no bairro Jatiúca, uma idosa de 101 anos vivia sozinha e em condições subumanas. O que torna o caso mais angustiante é que a mulher é cega, tem dificuldade de locomoção e de audição. 

Completamente abandonada pela família, até a noite dessa quarta-feira (11), a idosa Maria Isabel contava somente com a generosidade de vizinhos, que se revezavam para oferecer refeições, remédios e cuidados de higiene pessoal. Um dos vizinhos, o professor Helder, chegou a denunciar a situação ao Ministério Público Estadual (MPE) na tentativa de que a idosa fosse acolhida pelo poder público e levada para um abrigo.

Além de todas as dificuldades impostas pela idade, cegueira e problemas de saúde, a centenária vivia em condição de submoradia em uma casa de apenas um quarto, um banheiro e pouca ventilação. Vizinhos relatam que a idosa, que é conhecida há décadas na comunidade, teve a situação agravada quando ficou viúva, em 2016.

"Ela já era cega, mas morava com o esposo e depois que ele faleceu a situação só foi agravando. Há 30 dias ela teve uma piora, não levanta da cama e está sempre cansada", lamentou um dos vizinhos.

O resgate

Idosa foi resgatada após denúncia exibina na TV Pajuçara. Foto: Cortesia ao TNH1

Somente após o caso ser denunciado na TV Pajuçara/ Record TV, a centenária foi resgatada pelo poder público. A reportagem com a história de D. Maria Isabel foi ao ar na edição de ontem (11) do Cidade Alerta Alagoas e, em seguida, ela foi socorrida e levada ao Hospital Geral do Estado (HGE). Participaram do resgate equipes da Secretaria de Segurança Pública (SSP Prevenção), Assistência Social de Maceió (Semas) e Serviço de  Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

"Fizemos, provocados pelo Ministério Público, um termo que se chama Idoso Protegido. Ela deve ser encaminhada para uma instituição de longa permanência (asilo), já que o único filho dela reside em outro estado e ela fica sozinha em uma casa alugada", informou Sheyla Barros da Semas, ao TNH1.

De acordo com o boletim médico da tarde desta quinta-feira, 12, do Hospital Geral do Estado (HGE), Maria Izabel de Jesus dos Santos está internada na Área Amarela e seu quadro de saúde é grave. Ela deu entrada na unidade nessa quarta-feira, 11, às 23h44, com lesão cutânea na coxa e no joelho direito. A idosa está sob cuidados da clinica médica e vascular.

Veja a matéria completa da TV Pajuçara: