Brasil

"Acelerei para alcançá-lo": homem tentou alertar Conrado e Aleksandro sobre ônibus em alta velocidade

TNH1 com G1 e Metrópoles | 09/05/22 - 08h56
Ascom Bombeiros

O homem que filmou o ônibus da dupla sertaneja Conrado e Aleksandro em alta velocidade antes do acidente afirma que planejava enviar o vídeo para os músicos. De acordo com o autor do conteúdo, que prefere não se identificar, o objetivo era alertá-los sobre a maneira como o motorista estava dirigindo pela Rodovia Regis Bittencourt, onde o veículo tombou no último sábado (7).

“Vi que estava escrito o nome da dupla e pensei que poderia gravar para depois encaminhar o vídeo. Planejava encontrar o telefone deles para mostrar como o motorista estava ‘correndo’ na rodovia. Jamais imaginava que o acidente pudesse acontecer”, relata o homem, que tem 46 anos.

Ao g1, o autor do vídeo acrescenta que antes dirigia dentro do limite de velocidade permitido no local - 110 km/h para veículos leves -, mas a velocidade do veículo da dupla o impressionou. "O ônibus passou a mais de 140 km/h e chamou a minha atenção. Acelerei para alcançá-lo".

O homem, inclusive, conta que não foi a primeira vez que registrou o comportamento na rodovia. "Não filmei com intenção de prejudicar ninguém. Tenho o hábito de gravar essas coisas".

O vídeo - À reportagem, ele afirma que o conteúdo foi gravado momentos antes do acidente, por volta das 9h47 - o ônibus tombou às 10h30.

Enquanto filmava veículo dos músicos, o homem, inclusive, "analisou" a maneira como o motorista se comportava na direção.

"Depois acontece um acidente e colocam a culpa sempre em outra coisa, mas a imprudência fala mais alto aqui! Ultrapassa caminhões como se fosse um carro pequeno", disse o autor do vídeo não teve o nome divulgado

O que diz a Polícia Rodoviária Federal - Em nota, obtida pelo g1, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) aponta que o vídeo foi feito na Rodovia Regis Bittencourt, por volta do km 454 – a ocorrência foi registrada no km 402. A velocidade máxima para veículos de grande porte no local da gravação é de 80 km/h.

A corporação, porém, não confirma que o conteúdo tenha sido registrado antes do acidente, embora os horários estejam de acordo com a ordem dos fatos - no painel, é possível ver que a situação foi gravada às 9h47, enquanto o ônibus tombou por volta das 10h30.

"Cumpre-nos esclarecer que o uso do celular na direção representa conduta proibida pelo CTB, cuja lesividade na causa de acidentes supera o próprio excesso de velocidade. Sendo assim, o condutor que gravou o vídeo causou mais risco ao trânsito do que o motorista que imprimiu velocidade excessiva, porém este último acidentou-se em virtude do estouro do pneu", complementa a PRF.

O acidente - O acidente aconteceu por volta das 10h30, no km 402,2 da Rodovia Regis Bittencourt, na altura de Miracatu, no interior de São Paulo. O ônibus vinha de Tijucas do Sul (PR) e tinha como destino a cidade de São Pedro (SP). A PRF alega que 19 pessoas estavam listadas entre os passageiros.