Meio Ambiente

Alagoas tem 15 trechos de praias impróprios para banho; veja quais

Ascom IMA | 19/02/21 - 16h14 - Atualizado em 19/02/21 - 16h36
Reprodução

O Laboratório de Estudos Ambientais do Instituto do Meio Ambiente do Estado de Alagoas (IMA\AL) divulga, nessa sexta-feira (19), o relatório de balneabilidade das praias da costa alagoana. Dos 65 pontos onde houve coletas, as análises mostram que apenas 15 são considerados impróprios para banho, enquanto 50 podem ser visitados pelos banhistas.

Dos 23 pontos localizados no litoral sul - do Pontal do Peba, em Piaçabuçu, até a Praia do Saco, em Marechal Deodoro – cinco estão impróprios e 18 próprios para banho. Em Maceió – desde o Pontal da Barra até Ipioca – seis locais não estão recomendados, enquanto outros 14 podem receber os banhistas. Já no litoral norte – entre os municípios de Paripueira e Maragogi – são quatro impróprios e 18 próprios para banho.

 Mesmo durante o verão a equipe de Gerenciamento Costeiro recomenda evitar fozes de rios e galerias de águas pluviais, principalmente quando houver a ocorrência de chuvas e também quando o local apresentar algum tipo visível de alteração. A classificação das condições segue o que prevê a Resolução do Conselho Nacional de Meio Ambiente (Conama) 274/2000 e a presença da bactéria Escherichia coli a cada 100 mL da amostra de água.

O terceiro relatório do ano pode ser acessado através do site do Instituto, www.ima.al.gov.br. Todos os pontos também podem ser conferidos através do aplicativo Nossa Praia que está disponível gratuitamente para smartphones com os sistemas Android e iOS.