Polícia

Após prestar depoimento, fundador da Ricardo Eletro é solto

Jornal Metro | 10/07/20 - 09h29 - Atualizado em 10/07/20 - 09h37
Foto: Folhapress

O fundador da Ricardo Eletro, Ricardo Nunes, foi solto ontem (9). Ele estava no Ceresp Gameleira, em Belo Horizonte, e foi liberado mediante alvará de soltura concedido pela Justiça.

Ricardo Nunes foi preso na quarta-feira (8), em São Paulo, durante a operação "Direto com o Dono", que teve como objetivo combater fraudes fiscais e lavagem de dinheiro. Nesta quinta, Ricardo prestou depoimento no Ministério Público de Minas, em Contagem, na Região Metropolitana de BH, por mais de 3 horas.

A investigação apura a sonegação, há quase uma década, de quase R$ 400 milhões. Segundo as autoridades, a rede de varejo incluía o preço do ICMS nos valores dos produtos, mas não repassava o imposto ao governo estadual. A defesa alega que Ricardo é inocente.

Em nota, a Ricardo Eletro informou que Ricardo Nunes e familiares não fazem parte do quadro de acionistas ou da administração da empresa desde o ano passado e disse que a operação diz respeito a processos anteriores à gestão atual.