Brasil

Araraquara tem recorde de novos casos de Covid-19 e leitos lotados

Metrópoles | 16/02/21 - 15h02
Divulgação / Prefeitura de Araraquara

Após um recorde de casos confirmados de Covid-19 em um dia, a secretária municipal de Saúde de Araquara, Eliana Honain, pediu para que a população respeite as regras de isolamento. A cidade do interior paulista tem 12 casos da variante brasileira e está em lockdown desde segunda-feira (15/2).

“Ontem, nós batemos o recorde de atedimentos nas seis unidades da UPA que abriram em horário estendido, estavam com suas demandas excessivas. O momento é muito sério, o momento é muito crítico”, afirmou a secretária em um vídeo publicado em uma rede social (Veja o vídeo abaixo).

Segundo Eliana, de 287 testes de Covid-19 nas UPAs, 152 tiveram resultado positivo na segunda. Com a confirmação de mais 77 diagnósticos de laboratórios particulares, Araraquara chegou a 229 casos novos positivos de coronavírus em um dia. “Esse é maior índice desde o início da pandemia”, afirmou.

A cidade soma 12.434 infectados e 148 mortes desde o início da pandemia. Segundo boletim divulgado na segunda-feira, a cidade estava com uma taxa de ocupação de 100% de leitos de enfermaria e 100% de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

“Não podemos em nenhum momento falar em flexibilização de decreto. E eu peço, eu suplico à população, nos auxilie. Se não tivermos isolamento social, nós não vamos estar falidos economicamente, nós vamos perder muitas pessoas”, disse.

Na UPA da Vila Xavier, segundo a secretária, 16 pacientes não conseguem sair do oxigênio na manhã desta terça. “Tem pacientes jovens”, disse.

Na manhã dessa segunda, o secretário de Saúde de São Paulo, Jean Gorinchteyn, disse que o estado já contabiliza 25 casos da variante brasileira do novo coronavírus, a P1, dos quais 16 são autóctones, ou seja, de pacientes que não viajaram ao Amazonas ou tiveram contato com pessoas do estado.

Mais tarde, a pasta informou o registro de outros sete casos da variante do Reino Unido, totalizando 32 pacientes com as novas cepas em território paulista.