Saúde

As 10 melhores dicas para quem quer emagrecer e não voltar a engordar

Metrópoles | 28/09/21 - 22h14
Reprodução

Atualmente, o excesso de informações confunde quem pretende saber o que é realmente efetivo na perda de peso, ou, ainda, na consolidação dos quilinhos perdidos. A fim de dar uma luz a quem está passando pelo processo de emagrecimento, reunimos 10 dicas preciosas que vale introduzir na rotina. Confira:

1. Coma apenas quando estiver com fome
Comer de três em três horas? Nada disso. Além de não ter resultados comprovados cientificamente, isso pode não ser eficiente. Entender a diferença entre a fome real e a vontade de comer é fundamental.

2. Aumente o consumo de proteínas
Além de necessitar de mais energia para ser metabolizado, esse macronutriente dá mais saciedade e, consecutivamente, não eleva muito a insulina. Com isso, não é
transformado facilmente em gorduras.

3. Consuma vegetais
Além de terem fibras que promovem saciedade, os vegetais também são abundantes em vitaminas, minerais e fitoquímicos, que ajudam a nutrir o organismo com poucas calorias.

4. Prefira carboidratos de qualidade
“Zerar” o carboidrato da dieta jamais será uma alternativa duradoura e saudável, principalmente por essa prática predispor à compulsão alimentar em muitas pessoas. Priorizar carboidratos de qualidade, ou seja, os ricos em fibras, com predominância de grãos integrais, é uma alternativa eficiente e mais prazerosa ao emagrecimento. Alguns exemplos são frutas inteiras, vegetais, pães e cereais integrais, tubérculos e leguminosas. Evite, ainda, a ingestão de sucos ricos em açúcares e carboidratos industrializados.

5. Esqueça dietas livres de glúten e lactose
Trocar o pão ou o arroz por tapioca só fará você consumir mais carboidrato refinado, aumentando a chance de engordar. Retirar o glúten e lactose da dieta só é realmente necessário para quem apresenta intolerância a essas substâncias.

6. Equilibre o consumo de gorduras
Diminua o consumo de gorduras de origem animal e óleos refinados. Priorize gorduras de fontes como azeite, castanhas, açaí, coco e abacate. Além de conferirem saciedade, elas apresentam benefícios à saúde. Vale, é claro, ter moderação.

7. Independente da estratégia dietética, faça restrição calórica
Mais importante que a estratégia, é necessário que ela promova balanço energético negativo. Para isso, é preciso reduzir a ingestão de carboidratos, gordura e álcool. Exercícios de alta intensidade aumentam o gasto calórico diário, facilitando esse processo.

8. Evite ao máximo alimentos industrializados
Eles contém alta quantidade de aditivos químicos que comprometem o organismo, desregulam o metabolismo e alteram o funcionamento hormonal, dificultando o emagrecimento.

9. Invista em musculação intensa e cardio
Além de preservar a massa muscular, a musculação também aumenta o gasto calórico em repouso. O cardio, por sua vez, gasta energia durante a prática e melhora a queima de gordura. A junção das duas atividades é o combo perfeito.

10. Mude o seu comportamento alimentar e estilo de vida para sempre
Projeto verão? Nunca mais! Coloque a alimentação saudável em prática como um propósito de vida e jamais sofra as frustrações do efeito sanfona.