Futebol Internacional

Assalto a ídolo do Corinthians termina com tiroteio e morte

Metrópoles | 23/02/22 - 13h34
Fotoarena / Folhapress

Carlos Tévez, ídolo do Boca Juniors e do Corinthians, sofreu uma tentativa de assalto na noite dessa terça-feira (22/2), em Buenos Aires. De acordo com o jornal argentino Olé, houve um tiroteio e uma das pessoas envolvidas acabou morrendo. O atacante não se feriu.

Tevez, de 38 anos, estava visitando o bairro Fuerte Apache, comunidade pobre da capital em que nasceu e foi criado.

“Nas primeiras horas do dia, teria ocorrido um suposto confronto armado com a proteção pessoal do jogador de futebol Carlos Tévez […] Como consequência disso, haveria várias armas apreendidas, além de um homem morto”, diz o boletim de ocorrência acessado pelo Olé. O morto não foi identificado.

Dois homens teriam tentado roubar a Mercedes em que Tévez estava. A equipe de segurança do jogador reagiu, trocando tiros com os assaltantes. Os identificados pela tentativa de crime foram os irmãos Diego e Fernando Sánchez, de 40 e 46 anos, respectivamente.