Nordeste

Atores simulam agressão à mulher no Castelão em campanha contra violência doméstica

Diário do Nordeste | 08/03/20 - 17h16
Reprodução

Torcedores do Fortaleza que estavam presentes na Arena Castelão para a partida contra o CSA, pela Copa do Nordeste, neste sábado (7), levaram um susto após o telão do estádio mostrar um homem agredir uma mulher nas arquibancadas. A ação, no entanto, foi protagonizada por atores e fez parte de campanha realizada pelo clube para incentivar denúncias de violência contra a mulher.

A iniciativa, divulgada em todas as redes sociais do clube, faz alusão ao Dia Internacional da Mulher, celebrado neste domingo (8).  No vídeo, com quase um minuto e meio de duração, várias imagens de casais surgem no telão da tradicional câmera do beijo.  Em determinado momento, um casal aparece vestido com a camisa do time. A diferença é que, ao invés de beijos ou sorrisos, os dois protagonizam uma discussão, dando outro tom à brincadeira. 

O homem aparece visivelmente irritado, brigando e dando puxões de cabelo em sua parceira, que sofre, mas não reage. Ele chega a apertar o pescoço dela, enquanto os demais torcedores observam a agressão no telão do estádio. 

"Câmera do desrespeito"

Ao longo do vídeo, o espectador recebe o alerta do próprio casal de que aquelas imagens de agressão não passam de uma simulação, interpretada por ambos, que são atores. 

"A violência que vocês acabaram de ver foi apenas uma encenação entre dois atores, mas agressões assim, infelizmente, acontecem de verdade e bem perto da gente", afirma o ator. 

"Caso você seja vítima ou testemunha de uma violência como essa, não tenha dúvida, ligue 180 e denuncie. Nesse Dia da Mulher, o melhor presente é o respeito", acrescenta a atriz. 

A gravação do vídeo ocorreu no intervalo do jogo Fortaleza X CSA que ocorreu na Arena Castelão, neste sábado (7). Para proteger o ator, quatro seguranças à paisana foram posicionados próximo à área da cena. O local onde o suposto casal foi colocado também foi estrategicamente escolhido: era um espaço onde havia poucos torcedores, segundo explicou o diretor de marketing do Fortaleza, Marcel Pinheiro.

Embora não apareçam no vídeo, alguns torcedores se revoltaram com a atitude do homem e tentaram intervir diretamente em defesa da mulher, garante Marcel.   

Repercussão 

O clube, segundo o diretor de marketing do Tricolor, já tem o costume de abordar temas mais sensíveis, que estão na pauta do dia e que levantam discussões. A prevenção do suicídio e proteção aos animais estão entre alguns do temas já tratado em suas ações de marketing. Neste caso, a meta é "provocar uma reflexão".  

A repercussão do vídeo, ressalta Marcel, rompeu barreiras locais e já reverbera por todo o Brasil. "Tivemos um retorno não somente nas redes sociais, mas também de várias pessoas famosas, atletas e portais (de notícias) do Brasil inteiro. Foi uma repercussão bem além do que a gente imaginava porque é uma ação diferente", comemora.