Educação

Aulas presenciais serão obrigatórias a partir de segunda-feira em São Paulo

Metrópoles | 13/10/21 - 14h24 - Atualizado em 13/10/21 - 14h34
Reprodução

A partir da próxima segunda-feira (18/10), as aulas presenciais serão obrigatórias para todos os alunos de escolas públicas e particulares no estado de São Paulo. Apenas estudantes com justificativa médica poderão continuar participando das aulas online. O distanciamento entre as carteiras será obrigatório até 3/11, mas após essa data não será exigido. Em agosto, na ampliação das aulas presenciais na rede estadual, o distanciamento já havia sido reduzido de 1,5 metro para 1 metro.

Sobre o retorno obrigatório das redes municipais, o estado de SP deixou claro que vai depender da determinação de cada prefeitura. A Secretaria de Educação da capital paulista tem seguido as orientações estaduais, mas ainda não se manifestou. As escolas públicas possuem 3,5 milhões de estudantes matriculados nas 5,4 mil unidades de ensino em todo o estado de São Paulo. Segundo a Secretaria de Educação, as informações sobre as aulas presenciais obrigatórias para todos os alunos no estado de São Paulo serão divulgadas na coletiva de imprensa desta quarta-feira (13/10), pelo governador João Doria.

Histórico - O retorno gradual das aulas presenciais foi anunciado pelo governo de São Paulo no começo deste ano. Em janeiro, o Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo Apeoesp conseguiu na Justiça uma liminar contra o retorno das aulas presenciais no estado. Contudo, o governo conseguiu reverter a decisão judicial. Já em agosto, as escolas estaduais de São Paulo tiveram autorização para começar a receber 100% dos alunos em aulas presenciais.