Brasil

Avião cai e mata quatro jogadores e presidente do Palmas

Os atletas viajavam para Goiânia para disputar, nesta segunda-feira (25), uma partida da Copa Verde contra o Vila Nova

Diário do Nordeste | 24/01/21 - 11h50
Seis pessoas morreram em queda de avião que levava parte da delegação do clube Palmas para jogo contra o Vila Nova | Foto: Reprodução

O presidente do Palmas Futebol e Regatas e quatro jogadores do clube morreram em um acidente aéreo, na manhã deste domingo (24). Os atletas viajavam para Goiânia para disputar, nesta segunda-feira (25), uma partida da Copa Verde contra o Vila Nova. Além dos integrantes do time, o comandante da aeronave também faleceu.

De acordo com a nota divulgada pelo clube, morreram no acidente o presidente Lucas Meira, quatro jogadores da equipe, Lucas Praxedes, Guilherme Noé, Ranule e Marcus Molinari, e o comandante da aeronave, Wagner. Segundo o Palmas, o avião decolou e caiu no final da pista da Associação Tocantinense de Aviação.

O Vila Nova lamentou o ocorrido e, em nota, desejou que "todos os amigos e familiares das vítimas sejam consolados no colo do Pai neste momento de tamanha angústia e tristeza. O clube afirma, ainda, que corroborará com o adiamento da partida e fará homenagem aos ocupantes no jogo da próxima quinta-feira, 28, pelo Campeonato Goiano".

Clubes lamentam

O Fortaleza Esporte Clube lamentou o acidente e afirmou que recebeu com tristeza a notícia. "O Fortaleza manifesta, neste momento de dor, o mais profundo sentimento de pesar e solidariedade às famílias enlutadas e amigos", disse a nota do clube.

O Atlético Goianiense e o São Paulo também demonstraram solidariedade com os amigos e familiares das vítimas, em publicações nas redes sociais.

Leia a nota do Palmas na íntegra:

O Palmas Futebol e Regatas vem por meio desta informar que por volta das 8h15 da manhã deste domingo, 24, ocorreu um acidente aéreo envolvendo o presidente do clube Lucas Meira, quando decolava para Goiânia, para a partida entre Vila Nova x Palmas nesta segunda, 25, válida pela Copa Verde.

O avião em que Lucas estava junto com o comandante Wagner e os atletas Lucas Praxedes, Guilherme Noé, Ranule e Marcus Molinari, decolou e caiu no final da pista da Associação Tocantinense de Aviação.

Lamentamos informar que não há sobreviventes. Neste momento de dor e consternação, o clube pede orações pelos familiares aos quais prestará os devidos apoios, e ressalta que no momento oportuno voltará a se pronunciar.

Leia a nota do Vila Nova:

O Vila Nova Futebol Clube recebe com consternação e profunda tristeza a notícia sobre o acidente aéreo que vitimou fatalmente o presidente do Palmas Futebol e Regatas, Lucas Meira, quatro jogadores da equipe, Lucas Praxedes, Guilherme Noé, Ranule e Marcus Molinari, e o comandante da aeronave, Wagner.

Parte da delegação viajava para Goiânia, para a partida da Copa Verde nesta segunda-feira, 25, no Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, contra o Vila Nova, quando o grave acidente ocorreu com o avião de pequeno porte.

O Vila Nova deseja que todos os amigos e familiares das vítimas sejam consolados no colo do Pai neste momento de tamanha angústia e tristeza. O clube afirma, ainda, que corroborará com o adiamento da partida e fará homenagem aos ocupantes no jogo da próxima quinta-feira, 28, pelo Campeonato Goiano.