Economia

Banco Central limita em duas opções o horário noturno de uso do PIX

Metrópoles | 22/11/21 - 13h25 - Atualizado em 22/11/21 - 13h28
Hugo Barreto / Metrópoles / Reprodução

O Banco Central anunciou nesta segunda-feira (22/11) que promoverá mudanças nas faixas de horário noturno do PIX para criar mecanismos que ajudem os clientes em casos de golpe. A nova regra permite ao cliente escolher a faixa do horário noturno para operações de até R$ 1 mil. Esse horário pode ser das 20h às 6h, como é o padrão atual, ou das 22h às 6h. Os bancos precisam disponibilizar as opções até o dia 22 de julho de 2022.

A autarquia também divulgou na última semana duas novas ferramentas para aumentar a segurança dos usuários: o bloqueio cautelar e o mecanismo especial de devolução. Na prática, elas vão facilitar o processo de restituição de recursos. No caso do bloqueio cautelar, a própria instituição bancária que detém a conta do usuário pode efetuar um bloqueio preventivo do dinheiro por até 72 horas. Já o mecanismo especial de devolução poderá ser acionado tanto pela instituição bancária quanto pelo próprio cliente. Para isso, será necessário registrar um boletim de ocorrência e comunicar imediatamente o banco por um SAC ou ouvidoria.