Brasil

Boate em GO repete infração um dia após festa clandestina com 469 pessoas

Metrópoles | 02/05/21 - 21h45

Uma boate em bairro nobre de Goiânia voltou a ser flagrada, na noite de sábado (1º/5), em funcionamento e com aglomeração de pessoas, em plena pandemia da Covid-19. Na noite anterior, a equipe da central de fiscalização da prefeitura já havia autuado o estabelecimento por causa de uma festa clandestina que contava com a presença de 469 pessoas.

De acordo com a Prefeitura de Goiânia, nenhum dos presentes usava máscara de proteção facial, conforme orientado por autoridades sanitárias no enfrentamento da pandemia, e todas faziam uso de narguilé. A boate fica no Setor Marista, região sul de Goiânia.

Como o estabelecimento reincidiu na infração contra ordem da Prefeitura de Goiânia que proíbe aglomeração de pessoas, o dono da boate foi levado, por uma equipe da Polícia Militar (PM), para a delegacia de Polícia Civil. Ele vai responder por desobediência à determinação do poder público. O nome do empresário e da boate não foram divulgados.

Funcionamento vetado

Desde março de 2020, de acordo com o decreto municipal, está proibido o funcionamento de boates, casas de shows, danceteria e casas noturnas na cidade.

Segundo o diretor da Vigilância Sanitária de Goiânia, Jadson Tavares, a multa prevista para estabelecimentos que não seguirem as regras para evitar a disseminação da Covid-19 pode chegar a R$ 4.908,30.

Assim como ocorreu com o dono da boate, os proprietários dos estabelecimentos que desrespeitarem as regras podem ser presos em flagrante por infringir os artigos 268 e 300 do Oódigo Penal.

Mais casos

Outros estabelecimentos na capital, como um restaurante no mesmo setor, foram denunciados para a Central de Fiscalização por promoverem aglomeração. As equipes se dirigiram aos locais e autuaram os responsáveis.

Como os nomes dos estabelecimentos autuados e dos responsáveis não foram divulgados, o Metrópoles não conseguiu localizar a defesa deles.

Em Goiânia, de acordo com boletim epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), já foram confirmados 148.827 casos de contaminação pelo coronavírus, com 4.468 mortes por complicações da Covid-19. Em todo o estado, a pandemia já matou mais de 15 mil pessoas.