Brasil

Bolsonaro passa por exames após crise de soluço; entenda o que pode ter causado

Metrópoles | 14/07/21 - 10h58 - Atualizado em 14/07/21 - 11h10
Agência Brasil

Após mais de uma semana se queixando de soluços frequentes, o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), foi submetido a exames na madrugada desta quarta-feira (14), no Hospital das Forças Armadas (HFA), para tentar identificar as causas do desconforto persistente.

De modo geral, o soluço é o resultado de uma contração involuntária do diafragma e outros músculos do tórax, seguido do fechamento da glote e vibração das cordas vocais, causando assim os ruídos característicos. Este espasmo é desencadeado por uma irritação de algum nervo, como o vago ou o frênico, ou ainda de parte do cérebro que controla os músculos respiratórios.

Na maioria das vezes, a causa não é grave. No entanto, médicos afirmam que, quando ele persiste por mais de dois dias, ou acompanhado de outros sintomas que indiquem doenças como pneumonia ou doenças cerebrais, é necessário fazer uma investigação da causa.

No caso do chefe do Executivo, a causa ainda não foi informada, mas o soluço pode estar associada a um procedimento odontológico a que ele foi submetido em 3 de julho, quando fez dois implantes dentários.

Desde então, o presidente demonstra incômodo. Durante uma conversa com apoiadores na entrada do Palácio da Alvorada, dois dias depois, ele informou que estava falando pouco devido ao procedimento. Na última quinta-feira (8/7), ao iniciar a transmissão de uma live, Bolsonaro chegou a pedir desculpas aos expectadores afirmando que estava com soluços. “Talvez eu não consiga me expressar aqui adequadamente durante esta live”, disse.

Em entrevista à rádio Guaíba, Bolsonaro sugeriu que os soluços poderiam ter sido causados pelos remédios usados nos últimos dias. “Estou com soluço há dias. Fiz uma cirurgia para implante dentário no sábado. Talvez em função dos remédios que eu estou tomando, mas estou 24h por dia com soluço”. E, nessa segunda-feira (12/7), disse a apoiadores que não estava “aguentando falar mais”.

A causa mais conhecida dos soluços é gastrointestinal, mas também pode estar relacionado a estresse, ansiedade e outros fatores, inclusive pelo implante dentário, segundo contou o gastroenterologista Bernardo Martins, do Hospital Santa Lúcia Norte, ao jornal Extra. O médico explica que o procedimento está relacionado com os nervos oral e frênico.

Conheça outras possíveis causas de soluços:

  • Dilatação do estômago, causada por excesso de comida ou bebidas gasosas;
  • Consumo de bebidas alcoólicas;
  • Doenças gastrointestinais, como refluxo gastroesofágico, por exemplo;
  • Alterações dos eletrólitos do sangue, como diminuição de cálcio, potássio ou sódio;
  • Insuficiência renal, que causa excesso de ureia no sangue;
  • Diminuição do CO2 na corrente sanguínea, causada por respiração acelerada;
  • Infecções, como gastroenterites ou pneumonias;
  • Inflamações respiratórias ou abdominais, como bronquite, esofagite, pericardite, colecistite, hepatites ou doença inflamatória intestinal;
  • Cirurgias na região do tórax ou abdômen;
  • Doenças cerebrais, como esclerose múltipla, meningite ou câncer no cérebro, por exemplo.