Mercado de Trabalho

Bolsonaro quer reforma administrativa “o mais rápido possível”

Metrópoles | 18/02/20 - 11h18 - Atualizado em 18/02/20 - 11h37

O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), afirmou, nesta terça-feira (18), que quer enviar o texto da reforma administrativa ao Congresso Nacional o mais rápido possível. A proposta, elaborada pela equipe econômica do governo, mexe com a estrutura do funcionalismo público.

Com a reforma, o governo pretende diminuir cargos, permitir contratações temporárias, acabar com promoções automáticas e restringir estabilidade para algumas carreiras.

Bolsonaro indicou ontem (17), que a proposta da reforma administrativa será apresentada a ele na tarde desta terça-feira (18). O presidente voltou a dizer também que as mudanças não atingem os atuais funcionários públicos.

“Estamos na iminência de mandar a reforma administrativa. Não vai atingir os já servidores. Não vai ser mexido nada no tocante a eles. Amanhã [terça-feira], a previsão é de que, à tarde, eu seja apresentado à nova proposta”, disse o presidente.