Mundo

Cachorros de Biden mordem segurança e são enviados de volta a Delaware

Metrópoles | 09/03/21 - 13h58
Reprodução / Instagram

Os cachorros do presidente norte-americano, Joe Biden, foram enviados para a casa da família no estado de Delaware, após um episódio de agressividade com funcionários da Casa Branca. As informações foram divulgadas em reportagens da mídia do país nesta terça-feira (9/3).

Major e Champ são pastores alemães. Eles foram enviados para Delawere, cidade natal do republicano, na semana passada após, segundo a mídia local, terem mordido um segurança da Casa Branca. Não há mais informações sobre a saúde da pessoa que teria sido mordida.

Major tem 3 anos. Ele foi adotado pela família Biden em 2018. É o primeiro cachorro da Casa Branca que foi levado de um abrigo. Já Champ tem cerca de 12 anos. Ele foi adotado em 2008, pouco depois de Biden ter sido eleito vice-presidente na chapa do ex-mandatário americano, Barack Obama.

Antecessor de Biden, Donald Trump não tinha cachorros. Segundo o republicano, adotar um animal seria uma falsidade.