Nordeste

Chão cede e alunos caem em buraco no laboratório de escola em Fortaleza

Diário do Nordeste | 07/02/20 - 17h01
Reprodução

Dois alunos se feriram após o chão ceder no laboratório de ciências da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Monsenhor Dourado, no Bairro Padre Andrade, em Fortaleza, na manhã desta sexta-feira (7). Segundo uma estudante, que estava no laboratório no momento e não vai ser identificada, sete alunos e o professor caíram no buraco.

Em nota, a Secretaria Estadual de Educação do Estado do Ceará (Seduc) disse que engenheiros irão acompanhar o caso para esclarecer as causas e adotar as providências necessárias, de forma imediata. Os feridos receberam atendimento no local, afirmou a secretaria.

Uma estudante conta que o professor alertou à turma que o chão estava "fofo" e que eles não deveriam correr ou se aglomerar. Os alunos, no entanto, se concentraram no mesmo ponto em determinado momento, e o chão acabou cedendo. "No meio da aula, quando ele foi mostrar as coisas, todo mundo foi para um lugar só. Ai o chão afundou com tudo", explica a aluna.

O Sistema Verdes Mares questionou à Seduc se a equipe discente da instituição já sabia dos riscos do acidente, mas não recebeu resposta sobre essa questão especificamente até a publicação desta matéria.

Conforme relata a mãe de uma das estudantes que se feriram no ocorrido, membros da organização da escola afirmaram que existia anos atrás uma fossa no local onde abriu um buraco. A filha dela caiu na cratera e teve arranhões nos braços e pernas. "Foi um susto. Fiquei preocupada porque a escola é um lugar de segurança", conta a mãe, que é costureira.