Meio Ambiente

Conheça o tubarão-tapete e tenha muito cuidado para não pisar nele

Metrópoles | 02/12/21 - 21h09
Flickr / Reprodução

Você já teve a sensação de, ao entrar no mar, sentir que ia pisar em algo perigoso a qualquer momento? Bom, esse post pode piorar ainda mais esse sentimento. Diferente de praticamente qualquer outro tubarão, o tubarão-tapete é um mestre da camuflagem. Nesse sentido, o bicho nada sorrateiramente perto da areia, esperando a próxima presa.

Atingindo quase 2 metros de comprimento, o tubarão tapete é uma espécie de médio porte que frequentemente se alimenta de outros peixes e crustáceos. Esse peixe recebe, ademais, o nome científico Eucrossorhinus dasypogon, e habita águas da Austrália e da Indonésia.

Uma das características mais distintas do tubarão-tapete, contudo, é sua camuflagem. Com padrões coloridos cobrindo o corpo todo, este animal facilmente se camufla sobre superfícies de corais. Além disso, o bicho possui prolongamentos ao longo da cabeça que lembram também os formatos dos recifes.

Não suficiente, o E. dasypogon frequentemente fica parcialmente enterrado na areia, completamente imóvel, até uma presa se aproximar. Uma vez que um peixe distraído esteja perto o suficiente, o tubarão dá o bote e manda a refeição diretamente para seu estômago.

Conservação do tubarão-tapete e ataques a seres humanos

Felizmente, o tubarão-tapete não é uma espécie ameaçada de extinção de acordo com a Lista Vermelha da IUCN. Todavia, seus hábitats vêm sofrendo drasticamente com o aquecimento global e a mudança climática nos últimos anos. Apesar de não serem ameaçados, estes tubarões dependem diretamente dos recifes de corais para sua sobrevivência. Os corais, sim, estão altamente ameaçados e, portanto, os tubarões-tapete sofrem pela ação de pesqueiros e mineradoras aquáticas.

Esta espécie de tubarão, por conseguinte, é bastante pacífica. No entanto, ataques acidentais a seres humanos não são incomuns, inclusive alguns com vítimas fatais. Isso porque o tubarão-tapete tem uma visão péssima para diferenciar objetos, e caça pelo movimento detectado logo à sua frente. Além do mais, como já dito anteriormente – e evidenciado pelas imagens – estes peixes cartilaginosos se camuflam muito bem. Assim, é bastante difícil identificar o animal quando se está na água, especialmente em águas turvas.

Como seu nome sugere, o bicho tem um corpo bastante plano e achatado. Essa característica é especialmente predominante na cabeça, que tem um tamanho bastante considerável. Há registros documentados, por exemplo, de um tubarão-tapete de 1.3 metros comendo um tubarão-bambu inteiro, de 1 metro de comprimento. Muitos aquários e mergulhos turísticos têm, no entanto, os tubarões-tapete como grandes estrelas pela sua beleza, agilidade e camuflagem incríveis.