Brasil

Covid: 62% dos prefeitos querem manter uso obrigatório de máscara

Metrópoles | 01/10/21 - 16h15
Agência Brasil

As máscaras de proteção contra a Covid-19 continuarão a fazer parte da vida dos brasileiros mesmo com o avanço da vacinação. 

A atualização do monitoramento da Confederação Nacional de Municípios (CNM) sobre o coronavírus mostra que 62,3% dos prefeitos pretendem manter o uso obrigatório do item mesmo com toda a população vacinada. Logo, a cada 10 gestores, seis apoiam o a exigência.

A pesquisa foi realizada entre os dias 27 e 30 de setembro com 2.165 prefeituras e divulgada nesta sexta-feira (1º/10). Atualmente, o uso de máscaras é obrigatório em lugares coletivos de 2.097 (96,9%) municípios e em 2.080 (96,1%) nos ambientes públicos.

Sobre as punições pelo descumprimento da obrigatoriedade, 826 (38,2%) das prefeituras respondentes afirmam ter instituído penalidades e 1.290 (59,6%) não estabeleceram infrações para o não uso de máscaras nos locais obrigatórios. A comunidade médico-científica é unânime ao defender o uso do mecanismo de proteção. Países como Estados Unidos e Israel chegaram a liberar a circulação de pessoas vacinadas sem máscara em espaços abertos, mas recuaram diante do avanço da variante Delta.