Cinema

Cruella chega ao Disney+ por R$ 69,90 e fãs se revoltam: “Maluquice”

Metrópoles | 28/05/21 - 23h57
Reprodução

O novo live-action da Disney, Cruella chegou ao Disney+ nesta sexta-feira (28/5). Porém, apesar da boa recepção do público ao filme, o longa protagonizado por Emma Stone tem causado discórdia entre os internautas por conta do valor de aluguel.

Isso porque, como tem sido uma tendência com seus principais lançamentos, a Disney disponibilizou Cruella em sua plataforma mediante ao pagamento de uma taxa extra a assinatura mensal de nada mais, nada menos, que R$ 69,90, conhecido como Premier Access (acesso premium).

O valor acabou irritando bastante os internautas, que criticaram o montante cobrado pela Disney para poder assistir ao filme em casa. “Um ódio que tenho é você pagar a p*** do streaming e conteúdo ser Premier Access para você pagar mais caro”, pistolou um seguidor.

“O que eu acho mais absurdo de cobrar R$70 pra assistir Cruella é que nem se a gente fosse ao cinema, com tela enorme e toda a experiência, o ingresso seria tão caro. Imagina então assistir em um streaming que a gente JÁ PAGA e ainda em casa hahahahah que maluquice”, comentou outra.

Apesar de ser disponibilizado no Disney+ nesta sexta, o longa também está em cartaz nos cinemas, o que pode ser uma boa alternativa. Caso não se sinta confortável para ir aos ambientes, o jeito será esperar até julho, quando Cruella entra no catálogo do streaming (neste caso basta apenas ser assinante).

Protagonizado por Emma Stone, o filme conta a história de origem de Cruella De Vil, vilã de 101 Dálmatas. Ambientado na Londres dos anos 70 em meio à revolução do punk rock, o filme da Disney mostra a história de uma jovem vigarista chamada Estella que, após uma série de eventos e revelações, abraça seu lado rebelde até se tornar Cruella.