Futebol Internacional

Cuca assume culpa pela eliminação do Palmeiras: "Dói não ter vencido o Rosario"

15/04/16 - 05h59 - Atualizado em 15/04/16 - 10h11

A eliminação do Palmeiras na Copa Libertadores muito se deve a tropeços ocorridos antes da chegada do técnico Cuca, como o empate fora de casa com o River Plate-URU e a derrota em casa para o Nacional-URU, mas, para o treinador, o motivo da queda da equipe na primeira fase da competição continental passa muito por ele e pelo resultado diante do Rosario Central.

"Não acho que tenha um jogo que saímos da Libertadores por causa dele. O ideal era lutar para estar entre os melhores e hoje estamos eliminados . Só tenho que pedir desculpa ao torcedor do Palmeiras por não ter podido ajudar o torcedor", disse o treinador, que lamentou o empate por 3 a 3 com o Rosario Central na Argentina. 

"Para mim, fica uma decepção muito grande porque eu podia ter feito melhor. A gente podia ter ganho do Rosario e me dói até hoje saber que isso era possível e não aconteceu", projetou Cuca.

Ao ser questionado sobre a perda de pontos importantes antes de sua chegada, como nos jogos com Nacional e River, o treinador adotou um discurso político e não quis dividir a culpa com Marcelo Oliveira. "Não posso colocar a culpa em quem não está aqui. Eu podia ter dado o meu melhor também. A gente se preparou bem e o jogo encaixou para nós. Fizemos um bom jogo e marcamos três gols lá, o que não é fácil. O empate foi uma perda de dois pontos para gente. E olha, o Rosario vai longe. É um grande time", projetou o comandante palmeirense.

Abalado com a eliminação, o Palmeiras se reapresenta na tarde desta sexta-feira e já começa os preparativos visando a partida contra o São Bernardo, segunda-feira, às 21h, no Allianz Parque. "Passando pelo São Bernardo, que será um grande adversário, pelo menos teremos mais tempo para trabalhar o time visando o Campeonato Brasileiro e o próprio Paulista", lembrou Cuca.