Cinema

Disney detona Scarlett Johansson após processo: “Desrespeito cruel”

Metrópoles | 30/07/21 - 11h07
Disney / Divulgação

A Disney se posicionou sobre a acusação movida por Scarlett Johansson, protagonista de Viúva Negra, que entrou com ação no Tribunal Superior de Los Angeles contra a empresa. A atriz alega seu contrato foi violado quando a Disney lançou o longa em seu serviço de streaming, o Disney+, no mesmo dia da estreia do longa-metragem no cinema.

“Não há mérito algum neste processo”, ressaltou a Disney, em comunicado. “O processo é especialmente triste e angustiante em seu desrespeito cruel pelos terríveis e prolongados efeitos globais da pandemia Covid-19”, prosseguiu o estúdio, em recado oficial à imprensa.

Segundo a empresa, Scarlett já recebeu U$ 20 milhões (o equivalente a mais de R$ 100 milhões) pelo trabalho em Viúva Negra e argumentou que o lançamento do filme no Premier Access, em que o assinante do serviço paga um valor a mais para ver lançamentos da plataforma Disney+, “melhorou significativamente sua capacidade de ganhar uma compensação adicional em cima dos U$ 20 milhões que ela já recebeu até o momento”.