Alagoas

Editais vão distribuir R$ 180 mil para viabiliza produção científica em Alagoas

07/01/17 - 11h54 - Atualizado em 07/01/17 - 11h59
Agência Alagoas

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (Fapeal) dá o pontapé no processo de ações conjuntas em suas chamadas para 2017. A proposta da Fapeal é prospectar recursos de forma sistemática e em parceria, com o intuito de ampliar esta atuação e potencializar os recursos captados.

O edital de Apoio à Editoração e Publicação de Livros inicia este calendário de atividades, estimulando o fortalecimento dos Programas de Pós-Graduação (PPG) no Estado. A Fundação em conjunto a Imprensa Oficial Graciliano Ramos (Cepal) e a Editora da Universidade Federal de Alagoas (Edufal), por intermédio da Fundação Universitária de Desenvolvimento, Extensão e Pesquisa (Fundepes), integram o programa.

O lançamento da chamada ocorrer nesta segunda-feira (9), no qual os termos de cooperação serão firmados oficialmente. Estarão reunidos os diretores das instituições parceiras na presença do governador Renan Filho.

O diretor-presidente da Fapeal, Fábio Guedes, ressalta a relevância desta execução: “Este edital marca a primeira ação do Governo do Estado em parceira com a Universidade Federal de Alagoas (Ufal) no sentido de comemorar os 200 anos do Estado. É um programa que tem a pretensão de lançar até 50 livros que versem sobre a história e a formação social, histórica, cultural e econômica de nosso Estado”.

O edital

O programa possui uma finalidade inovadora, fomentar a publicação de livros que divulguem produções científicas, auxiliando financeiramente as propostas aprovadas. Todas as áreas de pesquisa dos centros de ensino alagoanos Stricto Sensu poderão submeter seus projetos. A prioridade será equacionar os subsídios para contemplar o maior número de PPGs, ou ao menos uma publicação por programa da área, mensurando os méritos das propostas.

Os pesquisadores interessados devem apresentar a titulação de doutor, além de possuir vínculo efetivo com instituições de ensino superior e manter os dados cadastrados e atualizados no SIGFapeal e na Plataforma Lattes.

Os aspectos verificados nos trabalhos avaliarão os resultados marcados principalmente pelo ineditismo e originalidade, contribuindo no desenvolvimento científico da obra. Lembrando que, os livros podem ter autores individuais ou coletivos.

Resultado

As propostas recomendadas pelo Conselho Editorial da Edufal serão homologadas pela Diretoria Executiva de Ciência e Tecnologia da Fundação e pela Diretoria Executiva da Cepal. A Fapeal disponibilizará um aporte financeiro para o programa em R$ 150 mil, advindos de recursos próprios da instituição, que somados a outros insumos totalizará em R$ 180 mil.

As inscrições serão recebidas até 31 de janeiro, na sede da Editora na Ufal. As listas das propostas enquadradas e aprovadas serão publicadas no Diário Oficial do Estado de Alagoas e divulgadas simultaneamente nos sites da Fapeal, Edufal e Cepal.