Polícia

Empresário sequestrado teve dossiê preparado por criminosos, diz polícia

João Victor Souza | 25/05/20 - 08h03 - Atualizado em 25/05/20 - 11h53
Divulgação/BPRp

O empresário vítima de sequestro em Maceió teve um dossiê preparado pelos bandidos. O documento, contendo informações da vida do homem e de seus familiares, foi apreendido no quarto do motel onde o empresário foi encontrado com os sequestradores. O dossiê também trazia um roteiro de perguntas a serem feitas para o homem e uma série de medidas a serem tomadas após o sequestro.

De acordo com a polícia, instruções de como ir em cartórios e ao encontro do sócio do empresário, na Barra de São Miguel, estavam escritas no documento. Os bandidos também pretendiam levar o carro da vítima a Recife para instalar um sistema de rastreamento.

Os criminosos também tinham imagens do empresário dentro da casa onde reside, dos perfis de redes sociais dele e dos sócios, além de prints de extratos de contas bancárias da vítima e também dos sócios. Eles guardaram fotos de veículos da vítima e da casa onde, em frente, aconteceu o sequestro. O imóvel também pertence ao empresário.

A investigação sobre a vida da vítima também levou ao conhecimento dos sequestradores um mandado de prisão, condução coercitiva e busca e apreensão expedido pela Justiça Federal do Rio Grande do Norte contra ela.

A dupla presa, um homem de 32 e outro de 58 anos, serão interrogadas pela Polícia Civil que deve abrir um inquérito para apurar se mais pessoas estão envolvidas no crime. 

Resgate

O empresário foi resgatado, por policias do Batalhão de Radiopatrulha nesse domingo, de um motel situado no bairro São Jorge, em Maceió. Ele havia sido abordado pelos homens com camisa com identificação da polícia no bairro Trapiche da Barra e foi obrigado a seguir para o motel. Lá, ele foi mantido em cárcere privado.

O homem foi encontrado amarrado com os braços para trás e com capuz na cabeça. Ele estava na companhia de um sequestrador e o outro foi flagrado dentro do carro estacionado na garagem, com um arma de fogo. Nenhum deles reagiu.

A polícia apreendeu uma faca e duas pistolas, de calibre 380, com cinco carregadores, além de 62 munições. Os bandidos também foram encontrados com dois celulares da marca iPhone, um notebook e o carro usado para chegar até a vítima, um Volkswagen Virtus prata, de placa LMP-6G89/Brasil. O Jaguar, que pertence ao empresário, foi recuperado.

Outros materiais usados no sequestro também foram recolhidos pela PM, como um galão com cinco litros de gasolina, uma peça de fio com pontas desemcapadas, uma algema, uma balaclava, duas camisas com identificação da polícia, que foram usadas para enganar a vítima, dois coldres, que são estojos de couro para guardar armas, e três lacres de plásticos conhecidos como "engasga gato".

As armas, os utensílios e o dossiê foram levados para a delegacia para os procedimentos cabíveis. A dupla foi presa, autuada por extorsão mediante sequestro.