Gente Famosa

Envolvidos em briga com Henri Castelli em AL fecham acordo com a Justiça

Metrópoles | 01/06/22 - 12h49
Reprodução/Instagram

Cerca de dois anos após uma confusão envolvendo Henri Castelli em uma festa na Barra de São Miguel, em Alagoas, o caso enfim teve um desfecho. De acordo com o portal Extra, Guilherme Aciolly e Bernardo Malta, envolvidos no episódio, fecharam um acordo com o Ministério Público nesta segunda-feira (30/5).

Lucas Doria, advogado de Guilherme e Bernardo, afirmou que os dois aceitaram um acordo e deverão doar R$ 40 mil em cestas básicas para a população local.

“A audiência foi para fazer o acordo. Aqui em Alagoas, a gente está debaixo d’água, enchentes no interior e em todo canto… e esse processo tramita em São Miguel dos Campos. Então o promotor do caso propôs que fosse feito o acordo para comprar cestas básicas, colchão, água e medicamentos para a população de São Miguel dos Campos. A gente aceitou esse acordo”, explica Doria, deixando claro que não foi discutida a lesão corporal na audiência.

“Em momento nenhum esse acordo representa um reconhecimento de culpa, é uma possibilidade de por um fim ao processo”, acrescenta ele em relação à decisão do MP.

O valor de R$ 40 mil será dividido entre Guilherme e Bernardo, e o processo de lesão corporal será arquivado diante do cumprimento do acordo. “Nós, da defesa, entendemos que há uma nobreza neste acordo e esse dinheiro vai para quem está precisando”, finaliza Doria.