Saúde

Estado de SP confirma primeira morte pela variante Delta

Metrópoles | 31/08/21 - 13h28 - Atualizado em 31/08/21 - 13h36
Reprodução / Instituto Adolfo Lutz

O estado de São Paulo registrou a primeira morte pela variante Delta. O óbito ocorreu nesta segunda, 30, na cidade de Piracicaba. A vítima é uma mulher de 74 anos, com comorbidade, já vacinada com duas doses do imunizante Coronavac. A cidade do interior paulista possui cinco pacientes infectados com a mutação, que estão sendo monitorados: dois homens e três mulheres, de 10, 16, 41, 51 e 52 anos.

A variante da Índia é considerada mais transmissível que as outras e preocupa os estados, principalmente o Rio de Janeiro. O Centro de Vigilância Epidemiológica (CVE) investiga os detalhes do óbito. A primeira morte do Brasil causada pela nova cepa ocorreu em 18 de abril. A vítima foi uma mulher de 42 anos, grávida, no estado do Paraná, vinda de uma viagem para o Japão. Ela passou por uma cesária de emergência e não resistiu.