Gente Famosa

“Estou passando um perrengue”, lamenta Cid Moreira

Metrópoles | 13/08/21 - 16h15 - Atualizado em 13/08/21 - 16h16
Reprodução / Instagram

Em um vídeo em que lamenta a morte do ator Tarcísio Meira por Covid-19, o jornalista Cid Moreira, de 93 anos, afirma que está “passando por um perrengue particular”, juntamente com a esposa, Fátima Sampaio. “Parece uma das novelas de Tarcísio”, disse o ex-apresentador da Rede Globo.

Recentemente, Fátima foi acusada de maus-tratos e cárcere privado pelos filhos de Cid e pelo ex-caseiro da família. Os herdeiros entraram com um pedido de interdição na Justiça com a justificativa de que ele já tem idade avançada e problemas de saúde. Fátima, que teve a prisão solicitada, é denunciada ainda por falsidade ideológica e lavagem de dinheiro.

“Estou muito triste e indignado, até onde as pessoas podem chegar com a falta de caráter?”, disse Cid no vídeo, sem fazer referência aos filhos, mas dando uma clara indireta à situação. Assista:

Em entrevista ao programa A Tarde É Sua, na RedeTV!, no início deste mês, Fátima negou veementemente que algo acontecesse na casa e afirmou que sofre perseguição, ameaças e até agressões desde muito tempo. “Eles foram aumentando a agressão, nos perseguindo. Vocês pensam que isso é de agora? É coisa antiga, tem 21 anos que estou com o Cid. Vocês podem imaginar o que essas pessoas têm tentado fazer comigo, de forma mais particular e discreta, as chantagens, ameaças e jogos. Não são ameaças claras, são ameaças veladas”, afirmou.

Ela também questionou a adoção de Roger Moreira, situação que gerou polêmica em julho. O filho contou à jornalista Fabíola Reipert, do programa Balanço Geral, da Record, que recebeu um documento escrito por Cid para avisá-lo de que ele não faz mais parte do testamento. No trecho mostrado por ele, o jornalista diz: “Foi um engano te adotar”.