Futebol Nacional

Ex-treinador das categorias de base da Seleção morre após sofrer ataque cardíaco em casa

Metrópoles | 16/11/20 - 13h58
CBF

O ex-treinador da Seleção Brasileira sub-17 e sub-20, Carlos Amadeu, morreu neste domingo (15/11) após ter um ataque cardíaco em sua casa. Aos 55 anos, ele estava treinando nas categorias de base do Al Hilal.

Amadeu passou três anos e nove meses no comando da Seleções de base do Brasil. Em 2015, esteve à frente do time campeão sul-americano sub-17 que tinha Vinicius Jr, Paulinho e Lincoln. Em fevereiro de 2019 foi demitido do cargo.

O jogador do Real Madrid lamentou o falecimento do treinador: “Sem dúvidas um dos mais importantes em minha formação. Só agradecer por tudo!”

Carlos passou também pela base do Vitória e do Bahia. Pelo tricolor, ele venceu o Campeonato Brasileiro de 1988. “Consternador, lamentamos com imenso pesar a repentina perda de Carlos Amadeu, ex-técnico do sub-20 tricolor, aos 55 anos, devido a um problema cardíaco”, escreveu o Bahia.

O Al Hilal publicou uma nota oficial e informou a causa da morte:

“O conselho de diretores do clube, presidido pelo Sr. Fahad Bin Saad Bin Nafel, e os empregados do clube ofereceram sinceras condolências e expressaram sua simpatia à família do técnico brasileiro do Al Hilal Sub-19, Carlos Amadeu, que morreu neste domingo depois de um ataque cardíaco em sua casa, em Riad. O Al Hilal ofereceu sinceras condolências à CBF e seus dirigentes, jogadores e técnicos.”