Polícia

Família busca motorista de aplicativo que desapareceu em Maceió

Dayane Laet | 20/01/19 - 10h33 - Atualizado em 20/01/19 - 13h33
Motorista está desaparecido desde ontem | Arquivo pessoal / Cortesia ao TNH1

Parentes do motorista que presta serviços como motorista de aplicativo, Adalberto Evangelista da Silva Junior, de 37 anos, foram até a Central de Flagrantes I, no bairro do Pinheiro, em Maceió, para pedir ajuda neste domingo (20), depois de constatar seu desaparecimento.

De acordo com informações da prima de Adalberto, Daniela Maria, ele saiu de casa, no bairro do Jacintinho, para trabalhar na manhã desse sábado (19) e não foi mais visto. “Ele está dirigindo um HB20 branco, vestindo uma camisa branca e calça jeans”, observou durante entrevista ao TNH1. A placa do veículo conduzido pelo motorista é OHG-2642 e seu celular está dando desligado.

Adalberto é casado e pai de um menino de seis anos. Ele não fuma, não bebe e tem hábitos sadios, o que deixa a família ainda mais preocupada. “Já fomos ao IML, HGE [Hospital Geral do Estado], e buscamos informações na polícia, mas até agora nada”, acrescentou a prima do motorista, aflita.

Informações que levem até ele podem ser passadas para o telefone da família nos números  9 9145-5542 / 9 8831-7782 ou através do disque-denúncia: 181.