Nordeste

Festa promovida por facção em condomínio de Fortaleza termina com 23 presos

Diário do Nordeste | 07/02/21 - 14h42
Divulgação/Diário do Nordeste

Uma festa com 70 pessoas que supostamente seriam integrantes de uma facção criminosa foi encerrada na noite deste sábado (6), no bairro Itaperi. Segundo a Polícia Civil do Ceará (PCCE), o evento era temático e utilizava as iniciais do grupo em cartaz de divulgação, além das cores que caracterizariam a organização criminosa. 

Ao todo, 23 pessoas, sendo 12 mulheres e 11 homens, foram conduzidas para a realização do flagrante na sede do 5º Distrito Policial, na Parangaba. Um revólver, munições, porções de drogas e outros objetos que seriam utilizados para o tráfico de drogas foram apreendidos no local.

A festa ocorreu em um condomínio de apartamentos, que já é alvo de investigações sobre a comercialização de entorpecentes. Segundo a Polícia, alguns dos investigados pelo 5º Distrito Policial estavam envolvidos na promoção do evento em redes sociais e na logística.

Ainda conforme a Polícia, mais de 70 pessoas foram encontradas na área comum do condomínio, ao lado de um altar religioso, onde foram achados mesas, cadeiras, instrumentos musicais, caixas de som, garrafas com bebidas alcoólicas, jogo de luzes, mesa de som e balões decorativos. 

Durante as buscas, os policiais civis encontraram substâncias com características similares a crack e maconha, pesando 19 gramas e 1,5 quilo, respectivamente. Também foram localizados um revólver calibre 38, seis munições do mesmo calibre, sacos plásticos comumente utilizados para embalar os entorpecentes e uma balança de precisão.

Presos

Foram presos e autuados em flagrante pela infração à determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa, e por integrar organização criminosa: Adriana Rufino dos Santos Silva (49); Andreza Silva dos Santos (23), com passagem por desacato; Elane Soares da Silva (51); Francisca Jessica Rodrigues da Silva (26), com passagem por posse de drogas; Jadeline Silva (24), com antecedente criminal por roubo; Jardele de Menezes Silva (21); Juliana Castro de Melo (25), com duas passagens por roubo, lesão corporal, ameaça e posse de drogas; Maria Lenice Arcanjo de Sousa (32), com antecedente criminal por receptação; Paula Oliveira Araujo (24); Rochele Silva (34); Talita Freire Duarte (25) e Thais Cristina dos Santos Mateus (20).

Também foram autuados pelos mesmos crimes Carlos Charles Freitas Ribeiro (19); Carlos Gabriel João de Lima (21); Cleves Felipe do Carmo Neto (26); Izaquiel da Silva Ferreira (25); Natanael dos Santos Silva (24), com passagens por roubo e tráfico de drogas; Paulo Junior Rodrigues Araujo (21); Paulo Vitor Silva Paiva (19); Pedro Andre da Silva Martins (28); Robson dos Santos Reis (32); Welberson Silva Pinto (27), com antecedente criminal por homicídio; e Johnn Wallef de Araujo Gomes (27), com dois antecedentes por roubo, uma por receptação e outra por tráfico de drogas. Johnn Wallef também vai responder por tráfico de drogas e posse irregular de arma de fogo.