Brasil

“Fui estuprada”: influencer denuncia violência sexual em rodeio de SP

Metrópoles | 01/12/21 - 16h29
Reprodução / Instagram

A influenciadora digital Franciane Andrade, de 23 anos, afirmou ter sido vítima de estupro no Jaguariúna Rodeio festival, na cidade de Jaguariúna, no interior de São Paulo. Na noite de terça-feira (30/11), a jovem relatou o episódio em vídeos publicados em seu perfil no Instagram.

Aos prantos e no hospital, Franciane contou que não se lembrava do que havia acontecido, mas que soube na unidade de saúde que havia sido estuprada.

“Estou arrasada. E agora tenho que falar para meus pais que fui estuprada. Que dor que estou sentindo. Vim aqui no Hospital da Santa Casa e o médico constatou que realmente foi estupro. Ele não sabe se foi um, dois ou três”, disse ela enquanto chorava muito.

No relato, a influencer afirmou que um exame do IML confirmou o estupro. Mas que não era possível saber ainda se houve a participação de mais de uma pessoa no estupro.

Franciane contou que pagou pelo ingresso em um camarote do evento. E sinalizou que foi dopada antes de ser vítima do estupro.

“Inconsciente. Sem ver quem era. Peguei um dos camarotes mais caros para ter segurança e aconteceu isso. Ninguém me ajudou. Estou aqui na Santa Casa de Mogi-Guaçu pra tomar coquetel porque posso pegar DST ou engravidar do estuprador. Misericórdia. Eu não tô aguentando. Tô muito mal”.

Registro na polícia - Na manhã desta quarta-feira (1/12), a jovem esteve novamente em uma delegacia para prestar novos esclarecimentos. Ela contou que passou por uma nova bateria de exames para confirmar o abuso sexual. Depois que a influencer relatou o caso nas redes sociais, o Jaguariúna Rodeo Festival se manifestou publicamente.

De acordo com o comunicado, o festival informou que está prestando todo suporte à Franciane e sua família. O Jaguariúna Rodeo afirmou que está fazendo o possível para “esclarecer o episódio relatado pela influenciadora e para busca de elementos que ajudem as autoridades policiais a encontrarem os responsáveis pelo ocorrido”.

“O departamento jurídico do JRF e as autoridades competentes realizam uma operação de busca nos registros de imagem de todas as 53 câmeras espalhadas pelo recinto para que se possa reconstituir o episódio e identificar os culpados”.

Veja a nota

A organização do Jaguariúna Rodeo Festival informa que está em contato com a jovem Franciane Andrade e sua família desde ontem por volta de 18:30 para prestar todo o suporte necessário neste momento difícil assim que soube do ocorrido, por meio das redes sociais.

Toda a operação do evento neste momento está voltada para o esclarecimento do episódio relatado por Franciane e para a busca de elementos que ajudem as autoridades policiais a encontrarem os responsáveis pelo ocorrido.

O departamento jurídico do JRF e as autoridades competentes realizam uma operação de busca nos registros de imagem de todas as 53 câmeras espalhadas pelo recinto para que se possa reconstituir o episódio e identificar os culpados.

O evento esclarece ainda que possui um efetivo de mais de 400 seguranças treinados e com registro na Polícia Federal para preservar a integridade dos clientes.

O JRF lamenta profundamente o ocorrido e presta solidariedade à Franciane, amigos e familiares. A organização reafirma seu compromisso com o bem-estar do público e repudia qualquer forma de abuso e discriminação, dentro ou fora dos eventos que realiza”.