Maceió

Galeria: veja imagens da primeira noite do 'toque de recolher' na capital alagoana

TNH1 | 20/03/21 - 07h40 - Atualizado em 20/03/21 - 08h38
Itawi Albuquerque/TNH1

Sexta-feira, 19 de março. A primeira noite marcada pelo toque de recolher na capital alagoana teve fiscalização em diversos pontos da cidade e orientação à população que foi flagrada nas ruas logo após passar do horário definido pelo decreto estadual: às 21h. 

O toque de recolher começou ontem em todos os 102 municípios alagoanos. A medida considerada mais rígida acontece junto a outras decisões de distanciamento social, como fechamento do comércio e praias no fim de semana, para combater o aumento de casos da Covid-19 no estado.

O Decreto nº 73.65073.650 mostra que a restrição de horário de circulação das pessoas nas ruas e logradouros públicos começa às 21h e vai até as 5h. Com isso, devem ser interrompidas também reuniões para prática de quaisquer atividades sociais, esportivas ou culturais, ressalvando o direito de ir e vir da população para o deslocamento para sua residência e/ou local de trabalho, bem como para os serviços essenciais. 

Veja imagens:

(Itawi Albuquerque/TNH1)
(Itawi Albuquerque/TNH1)
(Itawi Albuquerque/TNH1)
(Itawi Albuquerque/TNH1)
(Itawi Albuquerque/TNH1)
(Itawi Albuquerque/TNH1)
(Itawi Albuquerque/TNH1)
(Itawi Albuquerque/TNH1)
(Itawi Albuquerque/TNH1)
(Itawi Albuquerque/TNH1)
(Itawi Albuquerque/TNH1)
(Itawi Albuquerque/TNH1)
(Itawi Albuquerque/TNH1)
(Itawi Albuquerque/TNH1)
(Itawi Albuquerque/TNH1)
(Itawi Albuquerque/TNH1)
(Itawi Albuquerque/TNH1)
(Itawi Albuquerque/TNH1)

Fiscalização

Apesar de o toque de recolher ser uma medida que, para surtir efeito, precisa da colaboração da população, as forças policiais da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) irão fiscalizar as ruas na capital e no interior. O efetivo da Polícia Militar, com participação das demais corporações, irão patrulhar as ruas em todas as cidades. 

Em Maceió, o planejamento tem pontos estratégicos, mas que não serão divulgados previamente para não prejudicar o andamento da fiscalização.  

"Hoje saímos para uma ação educativa, para o cumprimento do decreto. Está sendo uma parceria da Segurança Pública com a população. Orientando, conscientizando e principalmente salvando vidas. As coisas têm se encaminhado bem e esperamos que continue assim para superar esse momento o mais rápido possível", disse o secretário de Segurança Pública, Alfredo Gaspar de Mendonça.

O secretário destacou também que o monitoramento do toque de recolher em todos os municípios acontece em tempo real, com a comunicação com as forças de segurança de cada cidade.

O cidadão que descumprir o toque de recolher será encaminhado pela polícia até sua residência.