Meio Ambiente

Girafa mais velha do mundo morre aos 31 anos após ter 14 filhotes

Metrópoles | 06/12/21 - 20h43
Divulgação

Batizada de Mutangi, a girafa mais velha do mundo morreu em um zoológico australiano aos 31 anos. De acordo com o jornal The Mirror, o animal havia feito aniversário semanas antes e tinha dado à luz 14 filhotes. A girafa morava no Taronga Western Plains Zoo, em New South Wales, na Austrália. O animal nasceu em 1990 e, ao longo da vida, teve 61 filhotes.

Os descendentes foram espalhados pela Austrália e pela Nova Zelândia, e Mutangi só teve companhia de dois filhotes. Conforme o The Mirror, girafas têm expectativa de vida de 25 anos na natureza, mas podem viver mais se mantidas em zoológicos, onde recebem cuidados especiais. O goleiro Bobby-Jo Vial, que passava grande parte de seus dias ao lado da girafa, afirma que foi um privilégio conhecê-la.