Saúde

Governador assina ordem de serviço para construção da UPA do Jaraguá nesta quinta (21)

Agência Alagoas | 20/01/21 - 17h39 - Atualizado em 20/01/21 - 17h57
Carla Cleto/Agência Alagoas

Depois de construir e manter, exclusivamente com recursos do Tesouro Estadual, duas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) em Maceió, nos bairros Tabuleiro do Martins e Jacintinho, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) vai contar com uma unidade no bairro Jaraguá, ao lado da Superintendência da Polícia Federal de Alagoas. Nesta quinta-feira (21), às 10h, o govenador Renan Filho e o secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres, estarão no local onde o novo equipamento será erguido, quando será assinada a ordem de serviço para início das obras.

Orçada em R$ 6,2 milhões, a UPA do Jaraguá também será custeada com recursos próprios do Estado. Do tipo III, terá capacidade para atender até 350 pacientes por dia, totalizando 10.500 por mês. O diferencial da unidade é o serviço de tomografia computadorizada, assegurando assistência intermediária entre a Atenção Básica e a Média e Alta Complexidade.

A unidade de saúde será referência para moradores do I Distrito de Saúde, formado pelos bairros Poço, Ponta da Terra, Pajuçara, Ponta Verde, Jatiúca e Mangabeiras, além do próprio Jaraguá. A obra, segundo a Assessoria de Engenharia e Arquitetura da Sesau, tem previsão de conclusão para 120 dias após o início dos trabalhos. 

Serviços ofertados – Além de contar com leitos de observação e de urgência, a UPA Jaraguá será referência nas áreas de clínica geral, pediatria, ortopedia e odontologia. Para isso, a unidade vai contar com um serviço de classificação de risco, sala de nebulização, consultórios, sala de gesso, laboratório, exames de raios-X, eletrocardiograma e um serviço de tomografia computadorizado, que será o seu diferencial.

Especializada em resolver parte das urgências e emergências, como pressão e febres altas, fraturas, cortes, derrame e infarto, a nova unidade de saúde irá funcionar 24 horas por dia, durante os sete dias da semana. Com isso, irá contribuir, assim como as UPAs do Tabuleiro e do Jacintinho, para desafogar o Hospital Geral do Estado (HGE), referência do atendimento de emergência a politraumatizados.

“As duas UPAs construídas e mantidas em Maceió pelo Estado já são exemplos de eficiência, resolutividade e atendimento humanizado, inclusive no enfrentamento da pandemia da Covid-19. Agora, com a UPA de Jaraguá, iremos ampliar um modelo que se consolidou e tornou-se referência em assistência médica de qualidade para a população da capital alagoana”, destacou o secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres.