Alagoas

Governador assina ordens de serviço para construção de 16 novas creches em municípios alagoanos

Da Redação, com assessoria | 18/10/21 - 15h13 - Atualizado em 18/10/21 - 15h16
Programa Mais Creches CRIA atingiu a marca de 28 municípios com unidades autorizadas pelo Governo de Alagoas | Thiago Sampaio/Secom

O governador de Alagoas, Renan Filho, assinou, nesta segunda-feira (18), 16 ordens de serviço para construção de novas creches em várias regiões do estado, em solenidade no Palácio República dos Palmares, em Maceió, e que também contou com a presença do secretário da Educação, Rafael Brito. Com o investimento, o programa Mais Creches CRIA vai atingir a marca de 28 municípios - que vão receber um auxílio do governo para o custeio inicial das creches -, perfazendo um investimento de cerca de R$ 75 milhões. Mais de três mil crianças serão beneficiadas.

Com a iniciativa, o Estado vai promover a universalização de creches e contribuir para o desenvolvimento da educação de crianças de 0 a 3 anos de idade. O programa vai construir 200 creches, atender 40 mil crianças e gerar cerca de oito mil empregos diretos e permanentes em Alagoas, totalizando um investimento de mais de R$ 805 milhões.

“Este é o maior programa de construção de creches da história de Alagoas. Essas unidades fazem parte do primeiro lote licitado com 80 creches e, agora, vamos licitar as outras 120, chegando as 200 que pretendemos construir no programa. Quando uma criança pequena entra na creche, ela desenvolve a capacidade cognitiva, e isso facilita a aprendizagem dela no futuro", disse o governador.

As novas unidades serão erguidas nos municípios de Marechal Deodoro, Branquinha, Santana do Mundaú, Matriz de Camaragibe, Cacimbinhas, Penedo, Igreja Nova, Dois Riachos, Poço das Trincheiras, Belo Monte, Olho D' Água do Casado e Delmiro Gouveia, Monteirópolis, Piaçabuçu, Porto de Pedras e São Luís do Quitunde. Ao lado de outras 64 cidades, elas compõem o primeiro lote de 80 unidades. Já os outros municípios contemplados até agora foram São Brás, Paripueira, Palmeira dos Índios, Batalha, Jacaré dos Homens, Murici, Viçosa, Chã Preta e União dos Palmares.

A previsão é de que as creches sejam construídas dentro de 120 dias. Com estrutura de edificação rápida, elas serão entregues completamente prontas para serem administradas pelas prefeituras, com móveis, equipamentos para merenda e brinquedos adequados - conforme as orientações do Programa CRIA. A intenção do governo estadual é acelerar ao máximo as obras para que as unidades estejam prontas até o início do ano letivo de 2022.

Segundo o secretário da Educação, Rafael Brito, Alagoas tem em média 35% das crianças atendidas em creches públicas, e a meta é chegar a 50%. “Com esse programa, a gente ultrapassa a meta e proporciona ao Estado uma das melhores coberturas de creches no país”, afirmou Brito.

Na presença dos 16 prefeitos das cidades contempladas, da primeira-dama e coordenadora do programa Criança Alagoana (CRIA), Renata Calheiros, e dos deputados estaduais Ronaldo Medeiros e Breno Albuquerque, o governador anunciou que está estudando a viabilidade financeira para repassar R$ 500 mil - para cada prefeitura contemplada - para o custeio inicial com cada creche.

“Estamos construindo as condições para que todas as cidades que receberem a creche CRIA recebam também R$ 500 mil do tesouro estadual para ajudar no custeio do primeiro ano de funcionamento de cada unidade. Para isso, quero pedir o apoio do secretário Rafael Brito e do presidente da AMA, Hugo Wanderley, para encontrarmos a melhor forma de colocar isso em prática”, disse Renan Filho, acrescentando que, com o CRIA, Alagoas conseguiu reduzir as mortalidades infantil e materna - o estado era o segundo do Brasil onde mais morriam mulheres e, agora, é o segundo onde menos morrem mulheres.

Para o presidente da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA), Hugo Wanderley, o programa Mais Creches CRIA “é mais um investimento do Governo do Estado em uma área essencial, principalmente para as pessoas mais vulneráveis". "Esta programa é uma parceria que os municípios abraçam com todas as forças para melhorar a qualidade de vida dos alagoanos”, disse.