Brasil

Guedes diz que botijão ficará de 20% a 30% mais barato com nova lei do gás

Metrópoles | 08/09/20 - 14h25
Alan Santos / PR

Oministro da Economia, Paulo Guedes, disse que espera uma redução de 20% a 30% no preço do gás de cozinha, caso a lei do gás natural seja aprovada no Congresso Nacional. A declaração foi dada durante uma entrevista para a repórter mirim Esther, que ficou conhecida em todo o país por entrevistar o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em diversas ocasiões.

A menina de 10 anos veio a Brasília para comemorar o 7 de setembro no Palácio da Alvorada. Na manhã desta terça-feira (8/9), ela e o pai tomaram café da manhã na residência oficial e seguiram para o Palácio do Planalto em carros do comboio presidencial.

Antes de começar a reunião com todos os ministros do governo, Bolsonaro incentivou a criança a fazer perguntas para cada um dos presentes.

Primeiro, a youtuber mirim apontou para o ministro Bento Albuquerque e perguntou: “o preço do gás vai abaixar mais ou vai aumentar, como é que é?”. “Pergunta pro Paulo Guedes”, retrucou o chefe da pasta das Minas e Energia.

“Com a ajuda do ministro Bento, nós estamos aprovando a [nova] lei do gás natural. E aí vamos dar um choque de energia barata. Esperamos que o gás caia 20%, 30%, pelo menos”, respondeu Guedes.