Mundo

Homem fica cego após ser picado 2 vezes pela cobra mais mortal do mundo

Metrópoles | 30/09/21 - 20h38
Reprodução

O britânico Ian Jones, de 50 anos, ficou cego após ser picado duas vezes pela cobra mais mortal do mundo, de acordo com o site The Mirror. Conforme a publicação, o morador do vilarejo de Niton, na Ilha de Wight, Inglaterra, foi atacado por uma cobra-real negra.

Os médicos informaram que Jones teve sorte em sobreviver à mordida da serpente — que tem veneno suficiente para matar 20 homens. No hospital, o homem ficou encamado durante três semanas; ele ficou em coma, recebeu antiveneno, oxigênio e RCP.

Agora, Jones está permanentemente cego devido à mortalidade do veneno. Além disso, por um tempo, o britânico perdeu os movimentos das pernas — atualmente ele vem recuperando os reflexos.

Antes de ser mordido, Jones foi acometido, pela segunda vez, pela Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Cerca de uma semana após receber o diagnóstico da doença, enquanto estava em casa, foi visitado pela serpente, que se enrolou próximo ao sofá.

“As picadas não foram tão dolorosas quanto você pode pensar no início; é uma dor temporária, como quando você pisa em um prego. Mas então o veneno começa a agir rapidamente”, contou.

Depois da mordida, Jones ainda conseguiu enviar, pelo WhatsApp, uma imagem da cobra e pedir ajuda dos médicos. Cinco minutos depois, foi socorrido. Agora, o homem se considera sortudo por ter sobrevivido.